Moto Rock embala a animação de sábado

0
522
Banda Km Rodado

O Motoclube Eu, Gata e Cão Fiel realiza mais uma edição do Moto Rock, neste sábado (4)

Animação e muito rock and roll vão rolar neste sábado (4). Trata-se do Motoclube Eu, Gata e Cão Fiel, representado por Paulo Gomide e Lena, que realiza mais uma edição do Moto Rock, na Alameda Juquetiba, s/n, Novo Cavaleiros (antiga Engeman), com início marcado para as 13h.

Desta vez, o evento irá cumprir uma super programação de muito Rock and Roll, sob o comando das Bandas KM Rodado, que na oportunidade faz o lançamento do seu Clipe; da Pressura Rock Band e da VMax.

Gomide e Lena informam que o evento acontece com telão, cervejas artesanais, Food Trucks, em área coberta, estacionamento para carros e motos gratuito. Eles esclarecem que a proposta do evento é compartilhar momentos de amizades e alegria com o público em geral e com as tribos das estradas dos motociclistas do Motoclube Eu, Gata e Cão Fiel.
Lena e Gomide contam que o evento terá petiscos do Reserva Artesanal, como isca de contrafilé, espetinho de carne e caldos; do Cantinho Gourmet; Pipoca da Praia; Street Burger.

Banda KM Rodado

A Banda Km Rodado apresenta a seguinte formação: Tony (vocal), Leandro Gomes (contrabaixo), Márcio Gouveia (guitarra) e Téia Marambáia (bateria). O seu estilo é o mais puro Rock’n Roll, exibindo um repertório com os clássicos Led Zeppelin, Rush, Kiss, Nazareth, Deep Purple, Black Sabbath, Van Halen, Whitesnake, Dio, Bad Company, Audioslave, entre outras interpretações de bandas de renome.

Tendo iniciado suas atividades em 2012, a Banda Km Rodado surgiu no cenário artístico com a proposta inicial de participar de diversos eventos de moto pelo país. Logo após alguns meses de ensaio, o grupo ligou o motor e caiu na estrada com seus shows impactantes. Seus integrantes possuem larga experiência como músicos, pois já participaram de bandas como Rei Midas, Black Caviar, Arte Bélica, The Riders, Jam Session, entre outras, tendo se apresentado em diversos eventos pelo Brasil afora.

O nome Km Rodado vem da farta experiência dos músicos integrantes da banda, que já percorreram uma longa estrada de show e apresentações pelo Brasil afora. Assim, o nome diz respeito ao motociclismo e a vida. Hoje, Km Rodado está na estrada por vários Estados do Brasil lembrando: “Sonho que se sonha só é só um sonho; mas sonho que se sonha junto é realidade”.

Pressura Rock Band

Pressura Rock Band

Tendo deixado bandas de expressão, os músicos decidiram se reunir para formatar um trabalho voltado para o rock, sob uma mistura de influências de bandas como Foo Fighters, Pearl Jam, U-2, Barão Vermelho e Titãs. Assim, a Pressura Rock Band é composta pelos seguintes músicos: David Medeiros (bateria), Fabiano Thomaz (teclados), Júnior Assad (baixo), Koy Lemos (vocal e guitarra) e Marcelo Corrêa (guitarra).

O músico Marcelo Correia começou desde criança a tocar bateria. Mas aos 15 anos, resolveu estudar violão e passou a tocá-lo no meio gospel. Logo depois passou para a Guitarra, onde estabeleceu como seu instrumento principal. Sempre se mantém atualizado com novas técnicas, sons e tecnologias, o que torna seu estilo inconfundível. Tem em seu currículo muitos trabalhos ligados à produção musical. Entre suas principais influências estão Stevie Ray Vaughan, John Mayer, Eric Clapton, BB King, entre outros.

Nascido em Macaé, Fabiano Thomaz desde os 8 anos de idade acompanhava o pai também músico e o ajudava na produção dos shows, escolhas das músicas. Foi adquirindo percepção musical com os tecladistas de bandas, aprendendo acordes, educação musical. Mais tarde passa a tocar piano clássico com o maestro Lucas Vieira (compositor do hino de Macaé). A partir daí passa a tocar na noite executando Pop, Rock, MPB. Suas principais influências foram Flávio Venturini, Ivan Lins, Jean Michel Jarre, Armando Anthony “Chik” Korea e os sintetizadores do Eddie Van Halen.

Filho de músico, Júnior Assad teve contato com a música muito cedo. Desde pequeno, a melhor brincadeira era com o violão. Ainda criança foi estudar música em uma igreja próxima de sua casa, e logo descobriu que seu instrumento era o Contrabaixo, assim como seu pai. Suas influências são variadas, e vão de Pop, Rock, Black, e principalmente o Gospel. Não demorou para ter seu primeiro contato com um estúdio de gravação, tendo gravado seu primeiro CD aos 14 anos de idade. Com presença de palco marcante e com timbres fortes, não tem como passar desapercebido. Com trabalhos realizados no Rio e São Paulo, o músico volta à terrinha para integrar o som pesado e marcante da Pressura.

Desde muito novo, David Medeiros se encantava pelo som percussivo da bateria, começando a tocar o instrumento aos 11 anos de idade. Ele teve nos pais os maiores incentivadores e colaboradores de sua carreira, mandando-o estudar na Escola de Música Villa-Lobos. O músico teve passagem por várias bandas de vários estilos e segmentos, tornando-o um instrumentista muito versátil e completo em sua técnica. Suas maiores influências são João Barone, Virgil Donati, Alexandre Aposan.

Cantor, compositor e multi-instrumentista, Koy Lemos começou muito cedo encantado pela guitarra. Teve passagem por várias bandas, e, em uma delas, houve a necessidade de cantar, tendo assim o primeiro contato com o microfone, desde então assumiu a condição de Vocalista. Realizou inúmeros trabalhos no meio musical, não apenas como Vocalista e ou Instrumentista, mas também como Produtor Musical. Entre suas influências estão Pink Floyd, Led Zepelim, BB King.