Dia do Soldado – 25 de Agosto

687

CIGARRAS DE MACAÉ- Neste 25 de agosto, Dia do Soldado Brasileiro, queremos homenagear nosso soldado, para tal apresentamos texto do “Amigo do Forte”, Companheiro Leão , associado do Lions Clube Macaé há 52 anos, que em nossa última Assembléia Festiva, 22/08, nos apresentou esse texto, nosso querido macaense ALUIZIO DOS SANTOS:

DIA DO SOLDADO – 25 DE AGOSTO
Aluizio dos Santos

O Paraguai, no século XIX, era um país que destoava do conjunto latino americano, por ter alcançado um certo progresso econômico autônomo a partir da sua Independência em 1811.

Durante os governos de José Francis e Carlos Lopes(1840-1862) erradicara-se o analfabetismo, o surgimento das fábricas(inclusive de armas), criação de Siderúrgicas, estradas de ferro, etc. O abastecimento e consumo nacional de produtos agrícolas, garantiram a população emprego e invejável padrão alimentar.

Nesse relativo sucesso sócio-econômico e de autonomia internacional, Solano Lopes(1862) projetou a política militar a fim de expandir o território paraguaio. Pretendia criar o “Paraguai Maior”, anexando para tal regiões dda Argentina, do Uruguai e Brasil(mato Grosso e Rio Grande do Sul). Obteria acesso ao mar, tido como necessário para a continuação do sucesso econômico do país.

A pretexto da intervenção do Brasil ao Uruguai e contando com um exército bem mais numeroso e treinado que o oponente brasileiro, Solano Lopes tomou a ofensiva e rompeu as relações diplomáticas com o Brasil, aprisionando o navio Marquês de Olinda, no Rio Paraguai, prendendo os passageiros, entre eles o Presidente da Província do Mato Grosso , Carneiro da Costa.

A resposta brasileira foi de imediato a declaração de guerra ao Paraguai.
Em 1865 mantendo-se na ofensiva o Paraguai invadiu o Mato Grosso e norte da Argentina e em conseqüência dessa invasão foi criada a “Tríplice Aliança” contra Solano Lopes, Brasil, Argentina e Uruguai.

O maior contingente das tropas da Aliança era do Brasil com um exército que praticamente não existia. Os escravos que voluntariamente se apresentassem para lutar obteriam a liberdade.

No mesmo ano o Brasil alcançou a brilhante vitória na Batalha de Tuiutí. Luiz Alves de Lima e Silva então Barão de Caxias assumiu o comando das forças militares imperiais, vencendo importantes batalhas como: Itororó, Avaí, Cerro Corá e Lomas Valentina.
Praticamente a principal conseqüência da guerra do Paraguai foi o fortalecimento a institucionalização do exército com um disciplinado corpo de oficiais e soldados, além do poder bélico..

uiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, foi o criador do nosso glorioso exército. Tornou-se Patrono do Exército Brasileiro.

Salve nosso Exército, Salve a 9ª Bateria de Artilharia Ante aérea Escola
Salve o Forte Marechal Hermes,
É uma honra ser “Amigo do Forte”

cigarrasmacae@gmail.com <mailto:cigarrasmacae@gmail.com>
Aurora Ribeiro Pacheco