Campanha de vacinação termina nesta sexta-feira

0
290
Em Macaé a vacinação está sendo oferecida em 30 unidades de Saúde

Em Macaé, 75% do público-alvo foi imunizado. No Estado do Rio taxa de cobertura não chega a 60%

Restando apenas dois dias para o término, a Campanha de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo ainda está longe de atingir a meta estipulada pelo Governo Federal. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que menos de 60% do público-alvo no Estado do Rio foi vacinado. Até o dia 28, apenas 416.171 doses da pólio (51,26%) e 425.421 de sarampo (52,40%) foram aplicadas.

Em contrapartida, no município de Macaé a situação é menos crítica, quando comparada a outras cidades fluminenses. Segundo o setor de imunização da secretaria Municipal de Saúde, o índice de crianças vacinadas chega a 75% na Capital do Petróleo.
Apesar disso, o quantitativo ainda está longe de ser o ideal. A gerente de Vigilância em Saúde, Daniela Barros, alerta aos pais e responsáveis que o MS não anunciou a prorrogação da campanha, ou seja, quem ainda não levou os filhos deve ir até uma das unidades de saúde para imunizar a criança.

“A vacina deve ser tomada, independente da criança ter o cartão de vacina em dia. Quanto mais vacinas aplicadas, menos chances de o vírus circular e atingir essa faixa etária”, disse.
O alerta vem sendo reforçado desde que foram registrados casos da doença no país. O MS diz que até o momento foram confirmados 1.553 casos e 6.975 permanecem em investigação no Brasil. Os Estados mais críticos são o Amazonas e Roraima. 18 casos isolados e relacionados à importação foram identificados no Estado do Rio.

Em Macaé, a prefeitura disponibiliza a vacinação em 30 unidades de saúde. São elas: Casa da Vacina (Centro); Pronto-socorro Aeroporto (Parque Aeroporto); ESF Ajuda (A e B); ESF Aroeira; ESF Aterrado do Imburo; ESF BArra A/B; ESF Barreto; ESF Cajueiros; ESF Campo D´oeste; ESF Engenho da Praia; ESF Fronteira A; ESF Horto; ESF Lagomar; ESF Lagomar B/C; ESF Morro de São Jorge; ESF Nova Esperança A/B; ESF Nova Holanda A/B; ESF Praia Campista; ESF Virgem Santa; ESF Visconde de Araújo; Clínica da Família (Imbetiba); ESF Areia Branca; ESF Bicuda Pequena; ESF Bicuda Grande; ESF Córrego do Ouro A; ESF Frade; ESF Glicério; ESF Sana; e ESF Trapiche.

O público-alvo são crianças de um a cinco anos incompletos, no entanto, adultos devem verificar o seu cartão de vacinação. “Embora Macaé não tenha apresentado nenhum caso, tivemos a preocupação de antecipar e, assim, prevenir a população”, disse a gerente de Vigilância em Saúde, Daniela Bastos, enfatizando que, com a estratégia o município terá uma semana a mais de campanha para imunizar cerca de 14 mil crianças.