Suspeito de ter matado bebê de 9 meses vai a audiência

0
928

O padrasto Robert Lopes Pereira chegou às 13h, ao Fórum de Conceição de Macabu, quando deixou o presídio em Campos para depor

Robert Lopes Pereira, apontado como principal suspeito de ter matado o bebê Ycaro, de nove meses, no mês passado, em Conceição de Macabu, voltou à cidade na sexta-feira (26) para participar de uma audiência, marcada para as 13h, no Fórum do município.

Robert, que era padastro da criança, está encarcerado no presídio Carlos Tynoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes, unidade prisional daquele município. A Rua Fued Antônio, onde fica localizado o Fórum, foi fechada por Guardas Municipais, para evitar a presença de possíveis manifestantes.

O pequeno Ycaro morreu após ser brutalmente espancado dentro de casa, no bairro São Henry. Segundo a Polícia Civil, a mãe teria saído de casa e deixado o menino com o padrasto e o irmão, de dois anos. Ao retornar, a mulher viu que a criança estava roxa e questionou ao companheiro, que respondeu que nada havia acontecido e fugiu em seguida.
“Pelos exames dá para notar que a criança apanhou muito e deve ter recebido pancadas ou sido jogada ao chão”, disse o delegado da 122ª Delegacia Policial de Conceição de Macabu (122ª DP), Jorge Veloso.

Vizinhos chegaram a socorrer Ycaro e levado a criança para o Hospital Municipal Ana Moreira, no bairro Bocaína, mas ele faleceu após sofrer uma parada cardiorrespiratória. O corpo da criança foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé. Segundo o laudo preliminar da necrópsia, uma hemorragia interna, causada pelo rompimento do fígado foi apontada como a causa da morte. Durante depoimento dado à Polícia Civil, Robert, relatou ter dado um soco muito forte no pequeno Ycaro, pois ele estaria chorando muito.