Mulheres protocolam “Carta Rosa” na prefeitura

0
835

O documento reúne assinaturas exigindo a compra do mamógrafo

Foi protocolada na última quarta-feira (31) na prefeitura de Macaé a “Carta Rosa 2018”, documento produzido durante o manifesto “Cadê o mamógrafo de Macaé”, que exige a compra do aparelho para o município. Além de expor a falta de políticas públicas no atendimento às mulheres com risco iminente de câncer de mama, a carta explica a necessidade do mamógrafo, fundamental no diagnóstico do câncer de mama e reúne centenas de assinaturas de homens e mulheres que precisam e também se sensibilizaram com a causa.

Na terça-feira (30), durante o ato realizado na praça do Museu do Legislativo (antiga Câmara), mulheres que fazem parte do Grupo Renascer Costa do Sol, que reúne pessoas que estão passando pelo câncer de mama, relataram as dificuldades de quem vive com a doença e mora em Macaé. “São muitas as dificuldades de quem passa pelo câncer de mama. Vai desde o diagnóstico que fica quase impossível por conta da falta de aparelho para a radiografia da mama, até o tratamento que tem que ser feito em outro município”, explicou Maria Madalena.

A servidora da Câmara, Jakline Lemos, contou que só conseguiu fazer o exame em um laboratório particular. “Estive no 0800 em novembro do ano passado e me disseram que o exame não estava sendo feito pela rede pública. Que não realizavam. Com isso, fui obrigada a disponibilizar uma verba para fazer no privado mesmo”, lamentou.

Com a Carta a expectativa é que o prefeito se sensibilize e compre o aparelho que está em falta na rede de saúde há mais de três anos.