Macaé encara o Duque de Caxias no Moacyrzão

339
Alvianil Praiano tem aproveitado o período entre um jogo e outro para intensificar os treinos

Jogo de volta pelas oitavas de final da Copa Rio será nesta quarta-feira

Após o empate no primeiro confronto com o Duque de Caxias, o Macaé Esporte tem aproveitado esse período para trabalhar pesado em busca do jogo de volta nesta quarta-feira (22), pelas oitavas de final da Copa Rio. A partida será às 15h, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo.

Visando o título, que garantirá vaga na Copa do Brasil em 2019, a equipe tem aproveitado o período entre um jogo e outro para fazer alterações importante no esquema tático, além de trabalhar o entrosamento do elenco.

“O período de treinos que fizemos antes da Copa Rio foi muito bom. Foram três amistosos e por isso desempenhamos um bom papel na primeira partida, mesmo com o campo não ajudando. Estamos bem nessas duas semanas de trabalho e vamos buscar a classificação em casa”, disse o meia Dônavan, em entrevista ao Futrio.net.

O jogador reconhece que o time adversário tem qualidades que precisam ser levadas em conta, como o setor de ataque. “Quando o Duque de Caxias jogou contra o Serra Macaense, o Darlan foi o jogador mais perigoso deles, mas ele saiu. O ataque deles é muito forte, mas precisamos ficar em alerta com Esquerdinha, que é um ótimo meia e trabalha muito bem a bola”, enfatizou o meia.

O técnico do Leão espera que, com as mudanças feitas e com a rotina puxada de treinos, o resultado nesse duelo decisivo seja positivo para os donos da casa. “Como perdemos algumas peças, tivemos problemas para dar entrosamento à equipe. Isso nos atrapalhou no primeiro jogo. Mesmo jogando com um a mais em boa parte do segundo tempo, isso não quer dizer nada, pois é muito complicado jogar no Marrentão, apesar do campo ser ruim para os dois”, explica. “O Duque de Caxias já vinha jogando a Série B1, estava em um bom ritmo, já entrosado. Essas duas semanas que estamos tendo de trabalho são importantes. Eu mexi só uma vez no primeiro jogo, pois quem estava no banco não iria nos ajudar tanto. Na volta creio que teremos mais opções”, completou.

Copa Rio

A participação do Macaé na Copa Rio surgiu após o Boavista e o Resende desistirem de participar da competição. O torneio terá 25 times participantes, sendo seis deles da Série A, oito da Série B1, oito da Série B2, selecionados dentro de melhor classificação nos respectivos campeonatos estaduais de 2017 e duas equipes da Série C, além do campeão do ano passado e o vencedor do confronto classificatório realizado entre os segundo e terceiro colocados na temporada anterior.

O campeonato está sendo disputado em cinco fases, todas elas de mata-mata, em partidas de ida e volta dentro do grupo em todas as etapas, classificando-se para a próxima fase o vencedor de cada grupo.

Lembrando que, de acordo com o regulamento da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ), o gol marcado fora de casa não contará como critério de desempate. O campeão da Copa Rio garante vaga na edição da Copa do Brasil, em 2019.