Guto Garcia recua e desiste de disputar eleição para a Alerj

1185
Vereador Guto Garcia foi secretário de Educação na gestão do atual governo.

Divergência partidária faz vereador desistir de disputar as eleições de outubro

O vereador Guto Garcia (MDB), ex-secretário de Educação, desistiu de lançar a sua candidatura por uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nas eleições de outubro. Um dos nomes fortes dentro do partido, o parlamentar decidiu recuar depois de discutir nos últimos dias com a sua família, assessores e grupo político.

Guto Garcia optou por sair da disputa por causa do próprio MDB. O partido decidiu lançar também o vereador Júlio César de Barros, o Julinho do Aeroporto, como candidato a deputado estadual numa cidade com menos de 170 mil eleitores.

“Nenhum partido nunca lançou dois candidatos na mesma cidade. Além disso, está difícil ampliar os votos fora de Macaé porque a rejeição ao MDB é muito grande. Sugestões de candidaturas para a Câmara Federal do partido, sem o perfil que o nosso município necessita para fortalecê-lo politicamente no cenário nacional e a ausência de verba do fundo partidário para candidatura a deputado estadual foram preponderantes na minha decisão de desistência da candidatura’, disse.

Por fim, Guto Garcia publicou uma carta aos macaenses esclarecendo a sua posição. Segue abaixo a íntegra da carta:

Carta aos macaenses

Momentos de conscientização da realidade e tomada de decisão são difíceis, mas nos fortalecem como seres humanos e profissionais.

Há 2 anos ingressei no MDB, ao lado do prefeito Aluízio dos Santos e outros vereadores.
Acreditei que unidos, fortaleceríamos projetos e políticas públicas junto ao governo do estado. Macaé sairia fortalecida e reconhecida, como o município mais sacrificado no ciclo petrolífero e, portanto, merecedor de atenção e respeito.

A realidade nos mostrou um cenário diferente, provocando a saída do prefeito Aluízio do partido (MDB).

Paralelamente, iniciei uma pré-candidatura, apresentando o meu histórico profissional e político. A adesão foi muito significativa. Investi na crença de que teríamos chances de fortalecer mais e mais a Educação: princípio, meio e fim na construção cidadã da democracia.

Mas, em contradição aos planejamentos elaborados, decisões internas do partido, me fizeram reavaliar a nossa pré-candidatura.

São elas:
* Duas candidaturas pelo mesmo partido, num município com menos de 170 mil eleitores.
* Sugestões de candidaturas para a Câmara Federal do partido, sem o perfil que o nosso município necessita, para fortalecê-lo politicamente no cenário nacional.
* Ausência de verba do fundo partidário, para candidatura a deputado estadual.

Sou professor, a minha maior satisfação em sala de aula é provocar situações de reflexão e pensamento, promovendo o debate.

Quero continuar lutando por Macaé, pelos caminhos que conheço: o diálogo e o trabalho.
Assim sendo, retiro a pré-candidatura, na certeza de que outros caminhos são mais necessários para o nosso município e a Educação.

Obrigado a todos pelo carinho, dedicação, reconhecimento e apoio.

Guto Garcia

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.