Finados: CCZ realiza mutirões em cemitérios

0
444
A vistoria teve início nesta segunda-feira (29), no cemitério do Barreto

A vistoria teve início nesta segunda-feira (29), no cemitério do Barreto

Agentes de Combates a Endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria de Saúde, iniciaram nesta segunda-feira (29), no cemitério de São José do Barreto o trabalho de vistoria nos cemitérios, em função do feriado do Dia de Finados, 2 de novembro. O objetivo é verificar se não há nenhum depósito que possa servir de criadouros do mosquito Aedes aegypti, responsável em transmitir a dengue, chicungunha e zika vírus.

O coordenador geral do CCZ, Flávio Paschoal, informa que esse trabalho é realizado quinzenalmente em todos os cemitérios da cidade de forma preventiva para evitar que os focos do vetor se proliferem. “A nossa orientação é para que as pessoas que vão homenagear seus entes queridos, procurem levar flores que não estejam em recipientes que acumulem água”, informou.

O supervisor de campo, Ozéas Batista, que esteve com a equipe do CCZ no cemitério do Barreto, explicou que o local passou por uma vistoria e não foi encontrado nenhum foco do mosquito Aedes aegypti. “Verificamos os depósitos com água, se existe algum vaso com plantas que possam servir de possíveis focos e aplicamos larvicida e inseticida. Nesta terça-feira (30), estaremos no Memorial, quarta-feira (31), em Imbetiba e no dia primeiro de novembro a ação acontecerá no Morro de Santana”, contou.

O CCZ realiza ainda trabalho educativo com os coveiros para que eles possam ajudar nas ações de prevenção. Os trabalhos também acontecerão nos cemitérios de Córrego do Ouro, Óleo e Frade, até esta quinta-feira (1º de novembro).

O Centro de Controle de Zoonoses fica na Rua Leopoldina Araújo, 185. Mais informações pelo telefone 2796-1843, Disque-Dengue 0800-022-6461 ou pelo e-mail cczmacae@yahoo.com.br.