Educação abrirá vagas para EJA semestral

0
1007
Atualmente, a EJA atende cerca de dois mil estudantes

As inscrições estão previstas para o período de 01 a 10 de julho

A Educação de Macaé está se preparando para abertura de vagas para Educação de Jovens e Adultos (EJA) semestral. O objetivo é oferecer a modalidade no período de seis meses para quem deseja retornar à escola e continuar os estudos. As inscrições estão previstas para o período de 01 a 10 de julho, pelo site oficial da prefeitura (www.macae.rj.gov.br). Para se cadastrar, o candidato deve ter no mínimo 15 anos.

Após o cadastro, a Secretaria Adjunta de Educação Básica vai consultar a demanda de vagas, quando será feita a alocação do aluno. O resultado das inscrições será divulgado no dia 25 de julho. Já entre os dias 25 e 26 de julho serão efetivadas as matrículas. O início das aulas está previsto para o dia 30 de julho. Cada semestre corresponde a uma etapa/série.

Atualmente, a EJA atende cerca de dois mil estudantes. O atendimento acontece nas seguintes unidades municipais: Ancyra Gonçalves Pimentel (Miramar); Colégio Municipal Botafogo; Aroeira; Jacyra Tavares Duval (Novo Cavaleiros); Wolfango Ferreira (Barra); Samuel Brust (Barra); Paulo Freire (Lagomar); Ela Ibrahim (Ajuda) e Ciep Maringá. Já na região serrana, a EJA é oferecida nas escolas Pedro Adami (Córrego do Ouro) e Ivete Santana Drumond de Aguiar (Frade).

Para a superintendente de Ensino Fundamental, Balade Aref, o EJA semestral será uma chance para o retorno às salas de aula. “É essencial que haja oportunidade de educação para todos”, ressalta.

De acordo com a coordenadora da EJA na rede municipal, Mauriléa Rodrigues, ao todo são oferecidas nove etapas, sendo que a etapa I é alfabetização. “A EJA semestral registra o atendimento a estudantes de vários perfis que, por algum motivo, não conseguiram concluir os estudos e desejam buscar melhor ocupação no mercado de trabalho”, ressalta.

Segundo o secretário de Educação, Guto Garcia, a proposta da EJA é levar escolarização e também permitir que os estudantes compartilhem experiências e recebam orientações para ingressar ou reingressar no mercado de trabalho.