Comissão Permanente vistoria obras abandonadas no Lagomar

0
792
Maxwell Vaz e Val Barbeiro tiveram a companhia de moradores durante a vistoria - Divulgação

Vereadores Val Barbeiro e Maxwell Vaz cobram conclusão das obras no bairro

A Comissão Permanente de Obras, Serviços Públicos e Urbanismo da Câmara Municipal de Macaé, presidida pela vereador Val Barbeiro (PHS) e do Relator Maxwell Vaz (SD), realizou na segunda-feira (3) uma vistoria técnica nas obras do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e da Unidade Básica de Saúde (UBS), paralisadas e abandonadas, no bairro Lagomar.

Primeiro local visitado foi a obra do CRAS, que está paralisada e abandonada pelo poder público. “Estamos vendo aqui um espaço muito ocioso, a população usando de forma ilícita e de completo abandono. É preciso que a prefeitura volte a dar continuidade a esta obra para ser entregue à sociedade deste bairro tão querido e amado”, disse Val Barbeiro.

O vereador Maxwell Vaz cobrou soluções imediatas para a conclusão da obra, que teve início em março de 2015 e segue abandonada e sem prazo para conclusão. “Estamos visitando uma obra inacabada onde poderia estar funcionando o CRAS, que trabalha com pessoas de vulnerabilidade social. Nós caminhamos por dentro da obra e observamos um total descaso com o dinheiro público. Lixo por toda a parte, colchão, pneus, um completo abandono. Sr. prefeito o que queremos é que a obra seja concluída para que o CRAS entre em funcionamento para dar atenção a população do Lagomar, que merece todo o respeito”, disse o vereador.

Jorge Bastos, ex-presidente da Associação de Moradores do Lagomar, acompanhou de perto a visita dos parlamentares no local. “É uma obra que a gente vem lutando há bastante tempo e que irá beneficiar os moradores do bairro. Infelizmente tem vários anos que esta obra segue largada e ninguém toma providências”, disse.

Outra obra que os vereadores da Comissão visitaram foi a construção da UBS, situada na Rua W5. “A população do Lagomar está pedindo a conclusão da obra e a implantação do serviço de saúde para já. Estamos vendo aqui um total abandono”, relatou Maxwell Vaz.

Mario Marinho, atual presidente da Associação de Moradores do Lagomar, reside há 28 anos no bairro. “Nós queremos ver pelo menos as obras paradas sendo terminadas. Eu queria que a Prefeitura olhasse com carinho para a comunidade”, disse.

Por fim, os parlamentares puderam acompanhar o andamento da construção da escola municipal de Ensino Fundamental, que funcionará na Avenida Parnaíba, s/nº (antiga W 28). O obra está orçada em R$ 3.133.665,97. “Vamos voltar a esta obra e acompanhar passo a passo a sua construção. Espero que ela não seja mais uma obra que se inicia e fica paralisada posteriormente. Queremos ver os jovens dentro da sala de aula”, concluiu Val Barbeiro.