Câmara Municipal vai prestar homenagem ao Nupem/UFRJ

0
1936
Francisco de Assis Esteves, vice-diretor da instituição, ao lado do vereador Marcel Silvano, autor da proposta da homenagem

Sessão Solene irá parabenizar o instituto pelo seu trabalho desenvolvido ao longo de mais de duas décadas

Referência não só para Macaé, como para o Brasil, o Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade (NUPEM/UFRJ) completa esse ano 25 anos. Como forma de ressaltar essa importância para o município, a Câmara Municipal irá promover na quarta-feira (5), uma Sessão Solene em homenagem à instituição. A cerimônia está prevista para ter início às 18h30, no Palácio Natálio Salvador Antunes, na Virgem Santa.

Essa homenagem foi proposta pelo vereador Marcel Silvano (PT) e aprovada, por unanimidade, pelos membros do legislativo no dia 8 de maio. “O NUPEM tem uma enorme tarefa na construção de uma Macaé e região que integrem desenvolvimento econômico, social e preservação ambiental. Mas, a grande memória que faremos no dia 5 é o protagonismo do instituto na interiorização da UFRJ”, disse Marcel.

O Diretor do Nupem, Prof. Dr. Rodrigo Nunes da Fonseca, comemorou e agradeceu a homenagem. “O reconhecimento da trajetória da UFRJ em Macaé, com a comemoração dos 25 anos do Instituto, é um passo fundamental para a consolidação da educação superior e da ciência e tecnologia como motor do desenvolvimento socioambiental do interior do Estado do Rio de Janeiro. Esse reconhecimento é fruto do árduo trabalho dos professores, técnico-administrativos, alunos, servidores terceirizados e da comunidade do Barreto que diariamente geram conhecimento e nos dão certeza e satisfação de estarmos no caminho certo. Agradeço imensamente ao vereador Marcel Silvano pela proposição da sessão solene, bem como a confiança de todos os vereadores que, por unanimidade, aprovaram a matéria, inclusive, com o reconhecimento efusivo do presidente da Câmara, Eduardo Cardoso, e do vereador Luciano Diniz”, disse.

O vice-diretor da instituição, um dos fundadores do Nupem, Prof. Dr. Francisco de Assis Esteves, avaliou este momento histórico. “Esta homenagem da Câmara Municipal simboliza uma longa e exitosa parceria entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro, através do NUPEM/UFRJ, o poder público municipal e a sociedade macaense. Esta parceria, iniciada em 1994, atravessou diversos governos e composições parlamentares, e, desde então, tem fortalecido as ações concebidas pelo Instituto e que, em última análise, são viabilizadas pelo poder legislativo municipal. Temos obtido sucesso significativo nas áreas de ensino, pesquisa e extensão através da formação de capital humano qualificado para o mercado de trabalho, do progresso científico, da inserção social, do desenvolvimento sustentável e da preservação ambiental – sendo, neste último quesito, o Parque Nacional de Jurubatiba e outras Unidades de Conservação exemplos emblemáticos”, ressaltou.

Diante dessa importância, a Direção do Nupem convoca toda a comunidade acadêmica, e a sociedade em geral, a estar presente nesse momento histórico. O Instituto vai disponibilizar transporte para os interessados em participar do evento. O ônibus sairá às 17h30, do NUPEM/UFRJ e, se necessário, fará mais viagens.

Trajetória de contribuição para o meio acadêmico e a sociedade

Em um pouco mais de duas décadas, o NUPEM/UFRJ se expandiu e ganhou forte respeitabilidade e notoriedade no Norte Fluminense, sendo reconhecido como um importante polo de geração de conhecimentos e de atração de pesquisadores interessados em realizar pesquisas de caráter interdisciplinar com um forte viés socioambiental.

O Instituto foi criado a partir do interesse de pesquisadores em compreender a ecologia das lagoas costeiras da região Norte Fluminense no início da década de 1980.

No ano passado, o NUPEM protagonizou um momento histórico para a UFRJ: foi aprovada, no Conselho Universitário, em sessão especial, a proposta de mudança de status acadêmico e administrativo do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé.

A consagração do NUPEM, enquanto Instituto, resulta de um processo de amadurecimento institucional ao longo de cerca de 30 anos de história. Essa mudança reflete a realidade atual e a vocação da instituição, reconhecida pela qualidade do ensino de graduação, de pós-graduação, e na produção de conhecimento científico, integrado à extensão e com forte inserção social.

Para celebrar essa trajetória, a instituição vem realizando, ao longo de 2019, uma série de eventos comemorativos.