Comércio deve aumentar as vendas em 15% no Dia dos Pais

1
577

Faltando pouco para a comemoração da data, comerciantes de Macaé esperam por aumento nas vendas

No próximo domingo (11) é celebrado o Dia dos Pais. E a expectativa do comércio para a data, segundo os lojistas de Macaé, é de um aumento de 15% nas vendas em relação ao ano anterior. Nesta semana, o movimento começou a ficar mais intenso, por causa da proximidade da data, principalmente na área central da cidade.

A data comemorativa coincide com a queima de estoque dos produtos de outono-inverno, o que deixa os preços mais baixos. “Estamos próximos de uma nova oportunidade de vendas, o Dia dos Pais. A data que possui um forte apelo emocional deve levar muitos consumidores às lojas nesta semana. Acreditamos que o Dia dos Pais dará uma aquecida, aumentando o movimento no comércio em 15%. Apoiamos e nos colocamos à disposição para ajudar em qualquer ação que venha contribuir com o desenvolvimento econômico local”, disse Luis Henrique Fragoso (Ferreti), presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Macaé (CDL).

Vele reforçar aos consumidores que cerca de 80% dos estabelecimentos comerciais do Centro passaram a funcionar aos sábados em horário estendido até às 18 horas.

Segundo Creusa Oliveira, auxiliar de supervisão de uma loja de roupas masculinas, as vendas neste período devem aumentar em cima da hora. “O movimento começou a melhorar nesta semana e os próximos dias tendem a ser ainda melhores, já que a maioria dos consumidores deixa para comprar os presentes na última hora.”

O supervisor de uma loja de calçados, Fabrício Nunes, afirmou que datas comemorativas tendem a impulsionar o comércio fortemente. “Mesmo com o comprador endividado, ninguém deixa de dar um presente ao seu pai. Isso significa um aumento de vendas para nós comerciantes.”

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM), Francisco Navega, se diz otimista com as vendas para o Dia dos Pais. “Datas comemorativas possuem uma relevância significativa para o nosso comércio. E isso representa uma oportunidade de apresentar ao consumidor, não apenas produtos, mas condições de pagamentos atraentes, que ajudam a superar o cenário desafiador da economia em geral. A nossa expectativa para o Dia dos Pais é a melhor dos últimos anos”, disse.

Pesquisa Fecomércio

O Dia dos Pais, uma das datas mais importantes do varejo, deve movimentar cerca de R$ 1,3 bilhão na economia do estado do Rio de Janeiro. É o que mostra a pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio RJ de Pesquisas e Análises (IFec RJ), para a Fecomércio RJ. Do total dos participantes da sondagem, 64% afirmaram que pretendem presentear na ocasião, o equivalente a 8,2 milhões de consumidores fluminenses.

O levantamento mostrou que o gasto médio com os presentes será de R$ 154. As roupas vêm como opção preferida dos consumidores: 60,9% afirmaram que pretendem dar esse tipo de presente; seguido por calçados e acessórios (38,4%); perfumes e cosméticos (32,2%); smartphones (10,6%); joias e bijuterias (10,3%); livros e e-books (8,8%); e, por último, estão computadores ou tablets, com 6,6% da preferência.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.