Batalhão de Macaé lança canal direto para denúncias

2
2441

Comandante do 32° BPM cria atalho com objetivo de reduzir índices criminais em toda a área de abrangência do batalhão

Moradores das cidades de Macaé, Casimiro de Abreu, Rio das Ostras, Carapebus, Quissamã e Conceição de Macabu, poderão fazer, a partir desta quinta-feira (7), denúncias de crimes na região por meio do aplicativo Whatsapp para policiais do 32º BPM de Macaé. A Unidade disponibilizou um número exclusivo de celular que servirá para o repasse de informações que envolvem criminosos, armas, drogas, esconderijos e outros tipos de denúncias.
Segundo o comandante da unidade, tenente-coronel Rodrigo Ibiapina, o aplicativo facilitará o acesso a denúncias que ajudem ao trabalho policial.

“Faremos diversas ações para divulgar o novo serviço de denúncias anônimas com total sigilo. Esperamos atender aquelas pessoas que, por um motivo ou por outro, não podem falar por estarem próximas ao fato a ser denunciado. Então, ela pode silenciosamente digitar sua denúncia através do celular”, explicou Rodrigo Ibiapina.

Seguindo as diretrizes do comando da unidade, o novo canal de denúncias vem colaborar com as ações para redução dos índices criminais. O 32° BPM fechou o mês de maio com uma redução de 20% de homicídio, porém aumento nos roubos de veículos e assaltos a pedestres, principalmente nas cidade de Macaé e Rio das Ostras.

Ainda de acordo com o comandante da unidade, a criação tem como objetivo reforçar a comunicação interna e manter nossos agentes mais bem informados. “Então, usamos o WhatsApp a nosso favor. Todos os oficiais fazem parte do grupo, e o que facilita é o relacionamento estreito com as delegacias. Pegamos as informações reservadas delas, migramos para a gente, formatamos e compartilhamos data, número do registro de ocorrência e tipo de crime. Assim, quando um policial entra em serviço, recebe tudo o que ocorreu no dia anterior”.

O canal funciona 24 horas e o número do Whatsapp para denúncias é (22) 98168-2344. Sua identidade será mantida em total sigilo.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite!
    É incrível como na Pousada da Cidadania em Macaé- RJ, que era para ser de pessoas em situações de rua, abriga pessoas que recebem salário do Governo (INSS), são pessoas novas, mas também estão em bom estado de saúde, além disso, estão há bastante tempo na Pousada, por exemplo, o usuário Osmar da Silvano, entanto, têm pessoas doêntes, sem família e sem dinheiro morando nas calçadas das lojas e casas de Macaé.
    Eu sei disso, pois conheço dois funcionários que trabalham na Pousada e então também indignados com essa situação. Eu entrego quentinhas para os moradores em situações de ruas e vejo essa realidade. Infelizmente esses funcionários mencionados não trabalham na administração da Pousada da Cidadania, mas está na hora das autoridades desse Município fazer alguma coisa contra essa injustiça e desigualdade social.

  2. Boa noite!
    É incrível como na Pousada da Cidadania em Macaé- RJ, que era para ser de pessoas em situações de rua, abriga pessoas que recebem salário do Governo (INSS), são pessoas novas, mas também estão em bom estado de saúde, além disso, estão há bastante tempo na Pousada, por exemplo, o usuário Osmar da Silvano, entanto, têm pessoas doêntes, sem família e sem dinheiro morando nas calçadas das lojas e casas de Macaé.
    Eu sei disso, pois conheço dois funcionários que trabalham na Pousada e então também indignados com essa situação. Eu entrego quentinhas para os moradores em situações de ruas e vejo essa realidade. Infelizmente esses funcionários mencionados não trabalham na administração da Pousada da Cidadania, mas está na hora das autoridades desse Município fazer alguma coisa contra essa injustiça e desigualdade social.

Comments are closed.