Artilheiro

0
300
Candidato Romário

A caminhada de Romário (PODEMOS), no Calçadão da Avenida Rui Barbosa, demonstrou a força que a sua campanha vem ganhando. À frente, nas pesquisas, de Eduardo Paes (DEM) e de Anthony Garotinho (PR), o ex-artilheiro e Senador tenta emplacar uma campanha de renovação, que faz frente ao colapso financeiro em que o governo do Estado se encontra. Por enquanto, a situação segue acirrada nesta batalha.

Atrito

E se a visita de Eduardo Paes (DEM) gerou uma trégua entre o governo e a base aliada na Câmara, depois da passagem do candidato a governador, as coisas voltaram a ficar acirradas. Do Legislativo, há pressão de barrar o projeto Bolsa Escola, a menina dos olhos do chefe do Executivo. E isso provoca um atrito perigoso entre os poderes. Dos governistas, há uma aliança em torno da disputa antecipada pela sucessão. Do governo, há o poder de enfraquecer esse projeto político.

Campanha

Falando nas eleições, as ruas da cidade começam a ficar tomadas por materiais de campanha, especialmente de adesivos em carros. E isso demonstra o tamanho da campanha de alguns nomes da cidade, que almejam garantir vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Chico Machado (PSD), Welberth Rezende (PPS), Julinho do Aeroporto (MDB) e Luiz Fernando (PTC), seguem entre os nomes mais discutidos no município.

Praças

A prefeitura ainda não concluiu o processo licitatório, prometido no ano passado, que iria garantir a revitalização de praças espalhadas em bairros e comunidades da cidade. Por enquanto, esses espaços de lazer seguem em completo abandono, seja na infraestrutura, como também na segurança. As pessoas estão evitando levar os filhos para brincar, diante da situação deplorável em que se encontram os parquinhos. E vale lembrar que o governo registra superávit dos royalties.

Passagem

A SIT, empresa que detém o monopólio do transporte público na cidade, deve estar satisfeita com o andamento do processo de cadastramento dos usuários que irão ser beneficiados pelo programa Macaé Cidadão. Com mais de 60 mil pessoas inscritas, a empresa já pode contar com repasses de mais de R$ 100 milhões, ao ano, do governo, para subsidiar a passagem a R$ 1. O dinheiro daria para criar o transporte público, de graça, mantido pela própria prefeitura.

Revitalização

Além de sujeira, o Calçadão da Avenida Rui Barbosa apresenta crateras em diversos trechos do passeio público, por onde circulam diariamente centenas de pessoas. Se a crise ajuda a reduzir as vendas, o estado de abandono do local também afugenta os compradores, que acabam migrando para o shopping, onde as atrações vão além das lojas. Bem que o governo poderia investir na revitalização do espaço.

Verdades

As redes sociais realmente se transformaram em uma terra sem lei, onde ataques e ofensas contra divergências políticas, tornam-se impunes. No entanto, em virtude do período eleitoral, esse tipo de desinformação pode gerar processos judiciais, com multas previstas. Além das chamadas FakeNews, a internet acirra os ânimos de militantes de partidos e de candidatos, o que atrapalha ainda mais o atual pleito conturbado.

Limpeza

Na orla das Praias dos Cavaleiros e Campista, as pessoas que praticam atividades físicas solicitam reparos no sistema de iluminação pública. Trechos de apagão tornam corridas e caminhadas mais perigosas, mesmo com a passagem constante de viaturas. O pedido é encaminhado à secretaria municipal de Infraestrutura, que poderia promover também a limpeza da ciclovia, já que animais domésticos deixam rastros de sujeira.

Mulheres

Começa nesta quinta-feira (30), no Auditório do Paço Municipal, o II Fórum de Políticas para Mulheres. A programação será realizada entre 9h e 12h. Na ocasião, serão discutidos temas como: oferta de emprego e capacitação do sexo feminino para o mercado de trabalho, além das políticas públicas nas áreas de educação, saúde, assistência social e mobilidade urbana para mulheres do campo e da cidade. O evento é aberto ao público, sem necessidade de inscrição.