Sessão foi marcada pela rejeição da proposta de convocar a comissão de gestores da prefeitura para fornecimento de água

Requerimento foi derrubado com 6 votos contra 5 e duas abstenções durante a retomada das sessões ordinárias

A retomada das sessões ordinárias da Câmara Municipal de Macaé, nesta terça-feira (6), após o recesso de julho, foi marcada pela rejeição da proposta de convocar a comissão de gestores da prefeitura para fornecimento de água ao município. O grupo foi criado pelo Executivo, após o prefeito anunciar rompimento de contrato com a Cedae com a proposta de municipalizar o serviço.

O vereador Robson Oliveira (PSDB) lembrou as idas e vindas do projeto do governo para tomar o lugar da concessionária, que resultou em processo na esfera. “Após a aprovação da lei, a Cedae conseguiu na Justiça uma liminar, agora em vigor, proibindo a encampação. Então queremos retomar a ideia de uma CPI para investigar a companhia”, disse.

Foi Marcel Silvano (PT) quem defendeu o Requerimento 365/2019 para que os gestores venham ao plenário explicar o planejamento de distribuição de água na cidade. “Apesar da liminar, pode ser que a prefeitura ainda venha fazer o trabalho e nós queremos saber como isso ocorrerá”. A proposição foi assinada também por Robson Oliveira, Maxwell Vaz (SD) e Marvel Maillet (Rede).

Já o vereador Luiz Fernando (PTC) foi contra. “Com a decisão do Judiciário, a gestão voltou a ser da concessionária e não do município”, afirmou, alegando não fazer sentido esclarecimentos por parte de uma comissão que, segundo o vereador, pode não funcionar mais. Márcio Barcelos (MDB) e Julinho do Aeroporto (MDB) também discursaram contra. O requerimento foi derrubado com 6 votos contra 5 e duas abstenções.

Saúde

Por meio de um requerimento, Julinho do Aeroporto (MDB) solicitou que a prefeitura avalie a possibilidade de instalação de uma farmácia 24h na UPA da Barra de Macaé. De acordo com o vereador, o objetivo é disponibilizar medicação gratuita aos moradores que recorrem à rede pública em busca de atendimento. Para o presidente Eduardo Cardoso (PPS), todas as unidades de saúde deveriam ser contempladas com o serviço.

Julinho ainda pediu que o governo transforme em ponto de ônibus o espaço abandonado que um dia serviu para o jogo da malha (conhecido também como jogo do fito ou chinquilho), na Rodovia Amaral Peixoto, também na Barra. “Há um ponto próximo, mas que não é apropriado para o embarque e desembarque de passageiros”, defendeu. Os dois requerimentos foram aprovados por unanimidade.

Esporte

Para promover a prática esportiva em um dos bairros mais populosos da cidade, Marvel Maillet (Rede) defendeu que seja instalada uma academia popular no Lagomar. “Há espaços públicos disponíveis para que esta solicitação seja concretizada. Nossa intenção é dar mais qualidade de vida a todos.”

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.