Votos

0
426

Em busca de prestígio junto a classe política da cidade, e de votos que possam mudar o cenário apontado pelas pesquisas eleitorais, Comte Bittencourt (PPS), candidato a vice-governador na chapa de Eduardo Paes (DEM), participou de reunião promovida por Eduardo Cardoso (PPS) e o deputado estadual eleito Welberth Rezende (PPS), na noite de terça-feira (23), na Imbetiba. Saiu de lá com a certeza de que é preciso um maior esforço para conseguir vencer Wilson Witzel (PSC).

Esforço

Falando nas eleições, a Câmara precisará muito mais de 40 mil votos, conquistados pelos parlamentares que concorreram ao pleito deste ano, para conseguir dar a Eduardo Paes (PPS) e a Comte Bittencourt (PPS) a força necessária para virar o jogo contra Wilson Witzel (PSC) nesta batalha. A iminente derrota só reforça a máxima de que eleição e barriga de mulher grávida sempre reservam surpresas. Quem dera se desta vez posse positiva!

Interno

Nos bastidores do poder Legislativo, Eduardo Cardoso (PPS) convidou George Jardim (MDB) para ser vice em sua chapa rumo à reeleição pelo quarto mandato consecutivo à frente da presidência da Casa. Isso representa a forma paralela que a disputa interna da Casa do Povo segue, alheia aos posicionamentos políticos de cada parlamentar. Hoje, pelas contas dos corredores, Eduardo já está reeleito. Mas tudo pode mudar.

Alterações

O que também se diz nos bastidores da política local é que o resultado do pleito de domingo surtirá efeitos dentro da composição do governo municipal. Peças do tabuleiro do xadrez da prefeitura serão movimentadas, com um objetivo claro: garantir espaços para os futuros candidatos “da mudança”. O objetivo principal é assegurar os direitos políticos do médico/prefeito após o fim do segundo mandato. E isso se deve principalmente à votação das contas do último ano de gestão.

Transporte

Foi assertiva a decisão do governo de reposicionar a integração dos coletivos do transporte público para dentro do pátio do Terminal Central. As obras de reforma do espaço serão fragmentadas. Não deu certo utilizar os dois lados da Praça Veríssimo de Melo como pontos de embarque e desembarque de passageiros. Isso vai permanecer, mas sem a interdição de meia pista das vias que cercam a maior área de lazer da cidade.

Proteção

E se a prefeitura não providenciar com urgência o início das obras de reforma do Ginásio Poliesportivo Engenheiro Maurício Bittencourt, será necessário substituir as placas de metal que foram implantadas no início do ano, por decisão da Justiça. Por conta do tempo e de vândalos, parte da estrutura que protege a área está danificada. E isso pode gerar problemas, especialmente em caso de invasão de crianças e de adolescentes.

Esgoto

Por mais que a BRK Ambiental tenha em mãos um novo planejamento de obras de saneamento da cidade, ainda depende da prefeitura a definição do organograma financeiro, de repasses previstos na Parceria Pública Privada (PPP) do Esgoto. O bloqueio do reajuste da taxa de esgoto é um revés para o andamento das obras de implantação das redes, esperadas por moradores de várias áreas, especialmente no Centro.

Segurança

O ataque a uma família seguido de trocas de tiros registrado no Bairro da Glória só ajuda a elevar a sensação de insegurança que paira sobre toda a cidade. E o mecanismo de defesa da sociedade depende diretamente da capacidade da Polícia Militar manter as ações ostensivas, assim como da Polícia Civil, que é responsável por fazer as devidas investigações sobre os crimes. Como a intervenção federal na segurança do Estado não deu certo, a situação só piora.

Tepor

Gera grande expectativa para os moradores do Lagomar e do Engenho da Praia o andamento do processo de licenciamento do Tepor, que prevê a construção do novo porto do São José do Barreto. A audiência pública ocorre no próximo dia 7, com a organização do Instituto Estadual do Ambiente. A expectativa é que o projeto comece a ser construído em julho do próximo ano, atendendo assim a demanda do setor offshore.