Vereadores prestam homenagem à história política de Zé Mengão

0
324
Vereadores se reúnem hoje em sessão extraordinária para votar projetos do governo

Um minuto de silêncio pelo falecimento do comerciante abriu a sessão ordinária de ontem

Com um minuto de silêncio marcante, não apenas para os vereadores, mas para todas as pessoas que participaram do passado político da cidade, a Câmara de Vereadores prestou ontem (7) merecida homenagem a José Vieira Rangel, conhecido Zé Mengão, que faleceu domingo (5), em virtude de um câncer.

O pedido de homenagem foi apresentado por Marcel Silvano (PT), que reconheceu a importância do comerciante para a história de Macaé. “Essa é uma homenagem à memória de um dos nomes mais importantes da política da nossa cidade”, disse Marcel.

O presidente da Câmara, Dr. Eduardo Cardoso (PPS) também destacou a contribuição de Zé Mengão para a história da cidade, ao promover resenhas que ajudaram a definir ações políticas e administrativas que marcaram o desenvolvimento de Macaé. “Tradição política, no momento em que as pessoas se reuniam para discutir a política de Macaé. Dali surgiram prefeitos, vereadores e deputados”, relembrou.

Luiz Fernando (PTC) apontou que Zé Mengão foi um marco na história social e política da cidade. “Ele representava as discussões políticas desde a gestão de Cláudio Moacyr. Dali se discutia até a presidência da Câmara. Muitos embates foram registrados. Zé Mengão lutando há quase 19 anos contra um câncer, falava com desdém da doença”, relembrou.

Paulo Antunes (MDB) afirmou que outras homenagens serão prestadas à história de Zé Mengão. “Vou homenageá-lo com uma obra da cidade. José Vieira Rangel nunca será esquecido na história da nossa cidade”, afirmou Paulo Antunes.