Um feliz aniversário a Joyce Cerqueira no dia de hoje

0
502

ORLA. Via decreto os restaurantes da Orla já reabriram suas portas e estão seguindo a risca os protocolos de segurança conforme indicados. O que está “esquisito” é ainda não poder estacionar na Orla da Praia Campista até os Cavaleiros. Oras, se o intuito é evitar aglomeração, o efeito está sendo inverso. Com a demora para se achar vagas, automaticamente as pessoas se aglomeram nas ruas transversais ou em filas na porta dos estabelecimentos. Acredito que um bom senso de horário poderia ser permitido o estacionamento.

FLANELINHAS. Está insuportável estacionar no Centro da cidade diante do número de flanelinhas, que detêm as vagas, e poucas para se estacionar. É cada elemento que nos assusta.

NÃO É PRA RIR. POIS É VERDADE. Réu por homicídio doloso qualificado no processo que apura a morte de uma bancária durante um procedimento estético, o ex-médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum, é pré-candidato a vereador nas eleições no Rio de Janeiro pelo Patriota. Em publicações nas redes sociais, ele fala sobre vida saudável, comenta procedimentos estéticos e critica a “manipulação da mídia” da qual ele alega ter sido vítima. Doutor Bumbum se inspira em personalidades de direita como o apresentador Sikêra Jr. e o bacharel em direito Caio de Arruda Miranda, que adotou o sobrenome artístico Coppolla.

SÁBADO 12 de Setembro de 2020. A Orla dos Cavaleiros estava lotada à noite de pessoas caminhando. O que me espantou foram as inúmeras pessoas que faziam sua corrida pela pista de carros. E para o espanto de muitos, 80% sem máscaras em meio ao trânsito. Se é para multar e o valor da multa para instituições de caridade em Macaé, é melhor a fiscalização aparecer por lá depois das 18h. Até meia noite o povo fazia sua corrida nesse estado.

AUXILIO. Uma falha do governo fez com que 923 mil pessoas ficassem sem o auxílio emergencial e sem o Bolsa Família em agosto. Os beneficiários tiveram o auxílio cancelado ou suspenso, mas deveriam ter recebido o valor referente ao Bolsa Família. As informações são do UOL. Por regra, os 2 benefícios não são acumulados. O beneficiário recebe o mais vantajoso. Por isso, na ausência do auxílio emergencial, o Bolsa Família deve ser pago. De acordo com o Ministério da Cidadania, a CGU (Controladoria Geral da União) recomendou que 613 mil pessoas tivessem o auxílio emergencial cancelado. Ainda, que 310 mil cadastros fossem suspensos. Todos são parte do grupo de inscritos também no Bolsa Família. A revisão cadastral do Bolsa Família foi suspensa por 120 dias em março, por conta da pandemia da covid-19. Em 20 de julho, a suspensão foi prorrogada por mais 180 dias. Portanto, nenhum inscrito no Bolsa Família pode ser excluído do programa até o fim do prazo. Segundo o governo, o benefício atrasado será pago junto com a parcela de setembro.