O empresário Ricardo Bichão, se reuniu com alguns apoiadores ligados ao comércio, incluindo o Pré-candidato a vereador Robson Lins - Divulgação

O pré-candidato a Prefeito de Macaé se reuniu com alguns apoiadores ligados ao comércio, em vídeo-conferência realizada na noite desta terça feira (1º)

O pré-candidato a Prefeito de Macaé, empresário Ricardo Bichão, se reuniu com alguns apoiadores ligados ao comércio, em vídeo-conferência realizada na noite desta terça feira (1º). Na oportunidade, ele reafirmou que sua pré-candidatura está mais forte do que nunca e que não irá desistir, desmentindo alguns rumores de que poderia abrir mão em favor de outro candidato.

Durante a reunião, o pré-candidato a Prefeito Ricardo Bichão se comprometeu com o setor do comércio e disse que se eleito prefeito, seu governo dará um grande foco na diversificação econômica e retomada dos empregos na cidade.

Na ocasião, o também Pré-candidato a vereador Robson Lins, um dos idealizadores do grupo Comércio forte, apresentou a Ricardo Bichão algumas demandas e sugestões dos comerciantes e empresários do grupo e dos micro empreendedores, que foram muito afetados pela pandemia e crise econômica.

Robson Lins disse que as propostas dos comerciantes estão ajudando a aprimorar o plano de governo de Ricardo, e deveria servir de exemplo para todos os demais pré-candidatos. “A reunião respeitou todos os protocolos de segurança, evitando aglomeração, e convidados sentaram com o afastamento necessário e utilizando máscara”, contou Robson Lins.
De catador de guaiamu a empresário de sucesso, Ricardo Bichão é fundador da RS Navegação, Cidadão Macaense criado na Nova Holanda, e voluntário da Cruz Vermelha em Macaé.

Trajetória de Ricardo Bichão

A trajetória contada por ele é seguinte: “Aos 40 anos, o pescador Ricardo Carvalho, natural do bairro Nova Holanda, em Macaé, vem fazendo história. Filho de uma empregada doméstica e de um pedreiro, Ricardo sofreu na pele as dificuldades da desigualdade social, onde cresceu e reside até hoje.

Sem muitas vezes ter o que comer, saiu cedo de casa para trazer o alimento de cada dia. Ao lado de seus três irmãos, catava “Guaiamum”, espécie de caranguejo muito encontrado nos mangues da região onde ainda tem residência.

Algum tempo depois, aos nove anos, começou a puxar caixas pesadas de gelo para vender aos pescadores no Mercado de Peixes de Macaé, o principal do município. Muitos viraram clientes de Ricardo por terem conhecimento de sua história de vida. Ainda criança, trocou as brincadeiras por ajudar seus pais nas tarefas domésticas. Cresceu aprendendo a ser responsável e enfrentou a vida como ela realmente é. Ricardo também limpava camarão para ajudar nas despesas de sua família.

Ainda muito criança, não teve medo. Aos 13 anos, foi flanelinha e tomava conta de carros na movimentada região central de Macaé. Serviço que exerceu por três anos, mas buscando todos os dias formas de se aprimorar.

Foi aos 15 anos de idade que teve uma brilhante ideia e construiu seu primeiro barco, o que tanto sonhava. As dificuldades enfrentadas na vida não abalaram o jovem que transbordava de esperanças.

Com sorriso no rosto, trabalhava todos os dias na construção do barco, e já não via a hora de navegar e trazer o sustento. Aos 18 anos de idade adentrou o mar para pescar camarão, o que na época, trouxe maior ganho. Chegava a ficar 4 dias em alto mar e só retornava para casa quando a embarcação estivesse totalmente carregada. Por sua coragem, recebeu o apelido de “Bichão”, nome forte, que expressa fé e perseverança.

Foram anos exercendo a atividade pesqueira, mas sempre almejando chegar mais longe e empreender no negócio. Foi através dos pensamentos positivos que finalmente conseguiu a esperada estabilidade financeira para ele e sua família. Fundou sua própria empresa, a RS Navegação, que atuou no mercado offshore com diversas embarcações de alta qualidade e tecnologia.

Ainda com o espírito de jovem empreendedor, tentou outras áreas, onde no ramo da publicidade lançou o primeiro Led Boat da América Latina. Essa foi a sua primeira realização de um grande sonho.

Após crescer na vida, Bichão continua sendo um homem simples, mas tornou-se um cidadão de sucesso. Um morador de periferia que virou um empresário visionário. Macaense, Ricardo inspira novos jovens e é abraçado por todos que conhecem sua trajetória.

Hoje, o homem que sonhava conquistou seu espaço e trouxe para a realidade o que era apenas um sonho. Fundou projetos sociais que vêm transformando a vida de crianças, jovens e adultos, principalmente na cultura e no esporte, onde é um dos maiores incentivadores locais.

Ao se tornar conhecido no ramo empresarial, fechou parcerias de negócios que irão gerar oportunidades para Macaenses. Grupos ligados a Bichão já demonstraram interesse em fazer investimentos na cidade intitulada como Capital do Petróleo. Isso irá melhorar a qualidade de vida de quem vive em solos Macaenses. Essa é a nova esperança de Bichão.”

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.