População reclama de dificuldades para emissão de documentos

0
443
Prefeitura ressalta que o serviço é oferecido na cidade em parceria com o Detran-RJ

Cidadãos alegam que não conseguem tirar o RG. Prefeitura diz que dificuldade é devido à grande demanda

O acesso a serviços públicos muitas vezes acaba sendo motivo de reclamações entre os cidadãos. Na capital do Petróleo os macaenses ainda continuam relatando que têm enfrentado dificuldades para agendar horários para emissão do documento de Identidade (RG).

Inconformados com a precariedade no município, essa semana, alguns leitores procuraram o jornal O DEBATE para denunciar o problema, que parece seguir sem solução.
Um deles é Vando Emanuel, morador da Nova Esperança. Em seu relato, ele afirma que encontrou dificuldades para agendar o dia e horário para tirar a primeira via do documento do seu filho.

“Estou há um tempão tentando marcar para o meu filho, mas está complicado. O esquema da prefeitura é o seguinte: eles dão um telefone do Trabalho e Renda e você tem que ligar na parte da manhã para agendar. Só que você não consegue agendar dessa maneira. São só 10 vagas por dia e você liga a partir das 8h e chama, chama e ninguém atende. Dá meio-dia e eles param para almoçar. À tarde você tenta de novo, aí consegue falar, mas eles alegam que já preencheram as vagas daquele dia”, denuncia.

Vando diz que chegou a denunciar o caso em sua página pessoal no Facebook e muitos conhecidos relataram estar tendo o mesmo problema. “O geral me deu razão, reclamaram dessa situação. De cada 10 pessoas, apenas uma ou duas de Macaé, no máximo, conseguem agendar. Está muito complicado”, lamenta.

Ele chegou a conversar com alguns representantes da prefeitura. “Estive com a secretária e relatei o problema. Ela informou que o telefone não era deles, mas ai questionei, porque era o número que o funcionário dela havia passado e também o que estava sendo divulgado no panfleto no balcão deles, no Trabalho e Renda na Barra de Macaé. Perguntei a ela se eles estavam, então, divulgando o contato errado”, diz.

Somente em um dia Vando diz ter feito quase 100 ligações. “Perdi a manhã ligando e ninguém atendeu o telefone. Está realmente difícil”, pontua.

Quem não consegue agendar, o jeito é ir para outros municípios. “Estou até levando essa semana uma senhora daqui, que tem problema de visão e não pode ir sozinha, a Conceição de Macabu, onde conseguiu agendar”, conta.

Após conversar com a população, a nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Macaé. Em nota, ela explicou que esse tipo de serviço é oferecido em parceria com o Detran/RJ.

Ela enfatiza que a dificuldade no atendimento é devido ao grande volume de procura. Somente pela secretaria Adjunta de Trabalho e Renda são realizados 50 a 55 atendimentos por dia com essa finalidade.