Petróleo I

0
436

Nesta semana acontece no Rio de Janeiro a segunda maior feira da indústria mundial do petróleo. A Rio Oil and Gás representa hoje o que há de mais técnico e objetivo para garantir a projeção de crescimento da produção de óleo e gás, seja no pré-sal ou no pós-sal. Com a presença das grandes petrolíferas globais, o momento será ideal para discutir também as potencialidades brasileiras, com base nos leilões realizados pela Agência Nacional do Petróleo.

Petróleo II

E Macaé estará muito bem representada em três ambientes distintos. A Federação da Indústria do Rio de Janeiro (Firjan) se consolida como uma das principais instituições fluminenses presentes no evento. Há ainda um painel de debates sobre o futuro da Bacia de Campos, que contará com a presença do prefeito da cidade, que também será homenageado nesta edição. E tem ainda o estande da Brasil Offshore, promovida pela Reed Exhibitions Alcântara Machado.

Segurança

A secretaria municipal de Ordem Pública reforçou a vigilância no entorno do Ginásio Poliesportivo. Diariamente, uma viatura da Guarda Municipal permanece no prédio em estado avançado de depreciação, que aguarda o andamento de licitação para ser reformado. É uma pena que os agentes promovam apenas a segurança patrimonial. Mesmo com lei federal em vigor, a Guarda Municipal ainda não regulamentou a nova atribuição de ostensividade.

Esgoto

Em cinco anos de operação, a Parceria Pública Privada (PPP) do Esgoto só garantiu, até o momento, quase 30% do tratamento de dejetos produzidos por residências e imóveis comerciais da cidade. E isso não representa, nem de perto, as metas traçadas pela Odebrecht, quando assumiu o serviço, em 2013. Hoje, com o registro da BRK, o serviço segue aquém da realidade do município, sustentado por poucos usuários que pagam uma taxa absurdamente cara.

Alinhamento

É fato que o governo deve pressionar a sua base aliada na Câmara, para garantir a votação do projeto da Bolsa Escola. Porém, é verdade também que a proposta só deve ser deliberada após as eleições. A presidência da Casa não quer garantir que o projeto, que concederá bolsas de R$ 600 para 100 alunos do 6º ao 9º ano da rede municipal, gere benefício político para personagens de fora do plenário da Casa do Povo.

Transporte

E a semana promete ser conturbada para o maior serviço público do município. Com o alerta sobre a paralisação dos motoristas e poucos cobradores que ainda restam no transporte, agendado para esta terça-feira (25), o governo terá que amenizar ainda todos os impactos que serão causados por conta do fechamento do Terminal Central para reforma. A secretaria municipal de Mobilidade Urbana já está se mobilizando para isso.

Buracos

Será que nenhum assessor da secretaria de Infraestrutura passa pelas ruas do Centro? Vias importantes para o fluxo contínuo do trânsito estão destruídas por conta de intervenções realizadas em sistemas de abastecimento de água e coleta de esgoto. Além de danificar os carros, os problemas reduzem o tempo de circulação dos veículos, afetando a rotina da cidade, que volta a ficar mais agitada por conta da recuperação gradativa da economia.

Dinheiro

A arrecadação de Macaé com o petróleo segue nas alturas, permitindo à prefeitura contabilizar mais de R$ 480 milhões, faltando três meses para completar o ano. Tudo que for gerado pelos royalties e Participação Especial, daqui para frente, entra para as contas da prefeitura como excessos de receitas, permitindo assim ao prefeito aplicar os recursos onde quiser, sem estar amarrado as diretrizes aprovadas com antecedência pela Lei Orçamentária Anual (LOA).

Clima

O início da primavera em Macaé já é encarado como a antecipação do verão. Dias de muito sol e de temperaturas altas, já substituem as chuvas e o clima frio das semanas anteriores. Com a mudança climática constante, há de se esperar que tempestades também sejam registradas nos próximos dias, o que requer atenção redobrada de moradores de áreas de risco. Abençoada por Deus, a cidade possui um litoral lindo, assim como água refrescante em abundância na Serra.