Wilson Witzel recebeu a visita do presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco, no Palácio Guanabara

Roberto Castelo Branco, presidente da estatal, fez o anúncio em encontro com o governador do Estado

Em reunião com o governador do Rio, Wilson Witzel, na última segunda-feira (18), no Palácio Guanabara, o presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco, anunciou investimentos de U$ 20 bilhões na revitalização da Bacia de Campos. Ao todo, a estatal irá investir U$ 57,9 bilhões no Estado do Rio de Janeiro ao longo de cinco anos (2019-2023).

No vídeo postado pelo governador do Rio, Roberto Castelo Branco afirmou que esses investimentos trarão um novo momento para o estado do Rio de Janeiro. “Vinte bilhões de dólares serão destinados à revitalização dos campos da Bacia de Campos. Nós acreditamos que o Rio de Janeiro terá um significativo impulso em sua economia graças aos investimentos na indústria do petróleo”, disse o presidente da Petrobras.

O governador também se colocou à disposição da Petrobras, oferecendo todo apoio necessário para a retomada das obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí. Também comemorou o anúncio para o desenvolvimento dos campos maduros na região de Macaé. “São mais empregos, mais renda e um futuro melhor para o nosso o Rio de Janeiro”, completou Wilson Witzel.

2 COMENTÁRIOS

  1. Tem um quê de ufanismo nesta história toda. Sairão umas seis unidade de produção que serão substituídas por duas. Esta são otimizadas para o campo Maduro. Vamos fazer as constas simples de somar. Supondo que cada unidade movimente 200 pessoas, saem 1200 para entrar 400, isto é, 800 ficam a ver navios ao largo. Assim como você tenta empurrar a vida do campo maduro, quem depende deste campo começa a definhar aos poucos. Para Macaé a solução é ter um porto que até agora ficou somente no papel. Em tempo a dinheirama toda não é para Macaé mas para o Brasil todo mas com foco a Bacia de Campos que vai desde Espirito Santos até São Paulo.

    • E qual a sua opinião deixar pessoas em plataformas caindo aos pedaços para começar a acontecer acidentes fatais por que se esta falando das unidades vendidas essas continuaram em operação e sozinha é que não vai ser.

Comments are closed.