Parque Jurubatiba segue fechado para visitação

324
Em virtude dos últimos acontecimentos na cidade, o ICMbio informou que o acesso ao público está interditado - Foto Wanderley Gil

Localizado no Lagomar, o Centro de Visitantes do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba está fechado por tempo indeterminado. A informação foi confirmada na manhã de ontem pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio). O fechamento da unidade ocorreu por medidas de segurança devido ao intenso tiroteio ocorrido na terça-feira (9) em diversos bairros do município, entre eles o Lagomar, onde, de acordo com informações da PM, o motivo seria conflito entre facções criminosas.

O confronto teve início no Lagomar e logo pela manhã foi registrado a  morte de um policial militar, identificado como José Renê Araújo Barros, de 35 anos. Já ao decorrer do dia, ônibus foram incendiados em vários pontos da cidade, comércios foram fechados, e pessoas ficaram feridas. Helicóptero e o veículo blindado chegaram à cidade para reforço policial.

Já o Centro de Visitantes da Unidade de Conservação é um espaço idealizado e criado com a missão de oferecer maior conforto e segurança para os visitantes, assim como possibilitar menor impacto da visitação sobre o ecossistema e servir como base para educação ambiental, tornando-se um polo difusor da importância da conservação do meio ambiente e das unidades de conservação.

Ele foi inaugurado em junho de 2014 e é fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o MPF, ICMbio, NUPEM, Transpetro – assinado em 29 de junho de 2011 e está sendo executado na Unidade de Conservação na área pertencente a Capital do Petróleo.

Sua estrutura conta com área administrativa, auditório para 70 pessoas, lanchonetes, loja de souvenir, hall de exposições, guarita de vigilância, vestiários, sala para brigadistas e guarda ambiental, garagem para os carros e barcos da unidade, Torre de observação de incêndios, ciclovia, estacionamento, quiosques e ambulatório.

O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba é considerado o primeiro Parque Nacional a compreender exclusivamente o ecossistema de restinga mais bem preservado do país. Ele está situado nos municípios de Macaé, Carapebus e Quissamã e possui 44 km de praias, sendo que neste trecho existem 18 lagoas costeiras de rara beleza e de grande interesse ecológico.

A unidade de conservação também é considerada um abrigo para diversas espécies de fauna e flora das restingas que em outros locais do país estão em risco de extinção, onde já foram encontradas novas espécies na área da Unidade e também é uma das Unidades de Conservação com maior número de pesquisas científicas em desenvolvimento.

Lembrando que o acesso ao Parque é feito através da BR-101, Rio de Janeiro sentido Macaé, percorrendo-se 200 km (de Macaé até a unidade são mais ou menos 20 km); ou de Campos, sentido Quissamã, percorrendo-se 60 km (de Quissamã até a unidade são mais ou menos 10 km) ou ainda através de voos que partem de várias cidades do país.