Paralisação deixa pontos de ônibus lotados em Macaé

0
3855

Muitos trabalhadores resolveram ir a pé para o trabalho no início da manhã desta terça

A paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus, iniciada na manhã desta terça-feira (25), deixou os pontos lotados em diversos bairros de Macaé. Hoje mais cedo, trabalhadores que precisavam do transporte público resolveram ir a pé para o trabalho. Na Barra de Macaé, a equipe de reportagem do jornal O DEBATE flagrou pontos de ônibus lotados e muitos desistiram de pegar o transporte que estava super lotado.

No início da tarde, passageiros estão preocupados porque não sabem como chegar ao trabalho. Os poucos ônibus que passam seguem lotados.

O porteiro Aílton de Queiroz Santana, de 23 anos, chegou ao ponto de ônibus pouco antes das 10h, mas ainda esperava pela condução por volta das 11h. “Eu sabia [da paralisação], cheguei às 9h45 e não encontrei nenhum ônibus. Até saí mais cedo de casa”, contou enquanto esperava em um ponto da Rodovia Amaral Peixoto, na Barra de Macaé.

Na ponte da Barra de Macaé, passageiros disputavam espaços pelas calçadas e acostamentos para chegar ao trabalho e escola.

“Por volta das 8h, quando já deveria estar no trabalho, ainda esperava o ônibus”, disse a comerciante Monique Santos, que chegou atrasada no trabalho.

Em nota, a prefeitura de Macaé informou que, cerca de 70% da frota de transporte público encontra-se em circulação e 100% da frota do transporte escolar, em atendimento à população.

Ainda nesta terça-feira (25) o Procurador Geral do Município, Dr. Augusto Salgado, estará no Tribunal Regional do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro para solicitar nova liminar que garanta restabelecimento pleno do sistema integrado de transporte.