Deputado estadual Welbert Rezende recebe carta de compromisso com propostas vinculadas à infraestrutura e ao turismo - Wanderley Gil

Welberth Rezende se reúne com instituições empresariais e discutem construção de novo Terminal Rodoviário em Macaé

As nove instituições empresariais que compõem o Repensar Macaé assinaram um documento entregue nesta segunda-feira (18) ao deputado estadual Welberth Rezende (PPS), em defesa da construção do novo Terminal Rodoviário de Macaé. O objetivo principal do pleito é atender de forma adequada e com qualidade os cerca de um milhão de passageiros que utilizam o transporte intermunicipal na cidade. O encontro ocorreu na sede da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM).

“Tivemos a oportunidade de encaminhar essa demanda ao vice-governador do Estado, Cláudio Castro. É o momento adequado para brigamos por esta pauta que contempla o turismo e a indústria de óleo e gás. O projeto está pronto e a área já está à disposição. A rodoviária de Macaé é uma lástima. O aeroporto é página virada. Rodoviária já”, defendeu o diretor da ACIM, Clinton Silva Santos.

Com o sucesso da defesa pela modernização do Aeroporto, as instituições buscam agora garantir um terminal de passageiros adequado à nova realidade da cidade, que também viabiliza de forma direta o turismo e outras atividades econômicas locais. “A rodoviária atende ao cidadão. De ônibus, o trajeto Macaé-Rio é mais seguro. O aeroporto e a rodoviária complementam a logística base das atividades offshore. Essa é uma pauta que mexe com a rotina de toda a cidade”, avaliou Gilson Coelho, secretário executivo da Associação Brasileira das Empresas de Serviços do Petróleo (Abespetro).

O presidente do Convention & Visitors Bureau (CVB) de Macaé, Guilherme Abreu, também destacou a importância do projeto para viabilizar o turismo local. “A rodoviária é primordial. Dia 21 vamos levar uma carta ao governador para defender essa demanda. Precisamos discutir também a reativação da linha e do transporte ferroviário”, apontou.

O deputado Welberth Rezende garantiu que o projeto será levado à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para ganhar força política e, assim, ser discutido com o Estado. “A Rodoviária de Macaé está em condição precária. O local está sujo, repleto de moradores de rua e com banheiro em péssimo estado de conservação. Não atende a demanda de uma Capital do Petróleo. Vamos nos unir para levar esta pauta à discussão na Alerj e cobrar do Estado a execução do projeto”, garantiu o deputado.

O documento inclui também como pautas estratégicas a duplicação da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) entre Macaé e São Pedro da Aldeia e a recuperação viária da estrada da Região Serrana.

A ACIM, Rede Petro-Bacia de Campos, Comissão Municipal da Firjan, Sebrae, CVB Macaé, Sociedade de Engenheiros do Petróleo (SPE), Abespetro, Associação Macaense de Contabilistas (Amacon) e a Internacional Association do Drilling Contractors (IADC) assinam o documento.

2 COMENTÁRIOS

  1. Acompanho as coisas de Macaé desde sempre e sempre tudo é muito demorado ou nada acontece. A rodoviária existente é simplesmente ridícula. E o local onde foi construída só confirma a falta de planejamento das lideranças políticas da região. A atual administração começou dando a impressão que seria um governo de excelência para a cidade pela forma como começou. Duplicou a pista de acesso à cidade na área da lagoa, resolveu de vez a questão da orla dos cavaleiros que quase todo o ano quando o mar estava de ressaca, vinha abaixo e se gastava muito dinheiro pra se fazer uma obra meia boca. Porém, parou por aí. A cidade está totalmente abandonada. ruas e avenidas totalmente esburacadas, iluminação precaríssima, enfim… isso só pra falarmos do básico. Não vamos nem comentar o abandono do parque da cidade e a questão das constantes inundações. A administração vai abandonando a cidade a própria sorte e o patrimônio da cidade vai se acabando. Tem ainda a parte cultural. No Cine Clube que é um patrimônio cultural importantíssimo foi gasto um dinheiro enorme e até hoje a população aguarda a sua reinauguração. Se não me engano, faz uns cinco anos que o prédio se encontra em compasso de espera e ninguém toma uma providência. a praça Veríssimo de Melo virou moradia de quem não tem onde ficar e puleiro de pombos. O Centro Cultural vai acabar caindo. Enfim, se continuar digitando não paro nem tão cedo, de tantas coisas que existem erradas e que vão ficando assim mesmo na minha cidade. É preciso com urgência repensarmos a nossa cidade.

  2. É PRECISO UMA NOVA RODOVIÁRIA COM O MODELO DE RODOVIÁRIA ESTILO SHOPPING COM CINEMAS E LOJAS DIVERSAS SEMELHANTES AS MAIS MODERNAS RODOVIÁRIAS COMO A NOVO RIO DO RIO DE JANEIRO E A DO TIETÊ DE SÃO PAULO !!! , UMA RODOVIÁRIA MODERNA E QUE TENHA ATENDIMENTO 24 HORAS COM TOTAL SEGURANÇA E CONDIZENTE A CIDADE CAPITAL DO PETRÓLEO E GÁS !!! E QUE A RODOVIÁRIA ANTIGA SEJA DESTRUIDA !!! E SEJA FEITO UM NOVO EMPREENDIMENTO NA CIDADE DE MACAÉ RJ !!! PARA NÃO SER A PALHAÇADA DA RODOVIÁRIA DE CAMPOS QUE SÃO DUAS PORCARIAS !!!

Comments are closed.