Mentes em Ação vai discutir a Doença de Alzheimer

471

A doença de Alzheimer é o destaque do próximo episódio do projeto Mentes em Ação, na segunda-feira (25), na Cidade Universitária. Os organizadores escolheram o filme “Para Sempre Alice” para mostrar a patologia e as experiências vividas pelo paciente e seus familiares, os sofrimentos e ajudar a combater preconceitos e a procurar ajuda. O filme será exibido no Auditório Claudio Ulipiano, às 17h30, seguido de debate sobre os quadros demenciais em geral e as alterações da memória resultantes do envelhecimento. A entrada é franca.

O assunto será tratado com o público pelos profissionais médicos e professores Joelson Tavares Rodrigues, coordenador do projeto; Jussara Mathias Netto Khouri; Liz Silva Gonçalves e Maria Luísa Castro. O que eles pretendem passar para os participantes é que ninguém precisa enfrentar a doença ou qualquer outra demência sozinho porque há suportes disponíveis na rede de Saúde e, em eventos como o Mentes em Ação, é possível tirar dúvidas.

O projeto destina-se aos profissionais da área e a todo cidadão interessado nos temas abordados. O Mentes em Ação é implementado através do Centro de Formação Carolina Garcia (CFCG), vinculado à Secretaria Adjunta de Qualificação Profissional, da Secretaria Municipal de Educação, junto com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O projeto nasceu para debater com profissionais e a sociedade em geral temas polêmicos ligados à saúde que fazem parte do cotidiano das pessoas. Os interessados em participar do Cinema e Debate devem se inscrever pelo e-mail: cinemaedebate@macae.ufrj.br.

No Brasil, mais de um milhão de pessoas vivem com alguma forma de demência e, em todo o mundo, são ao menos 44 milhões, tornando a doença uma crise global de saúde. O Ministério da Saúde define a Doença de Alzheimer (DA) como transtorno neurodegenerativo progressivo e fatal que se manifesta por deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais. Mais informações sobre estão disponíveis também no site: www.alz.org onde é possível fazer uma viagem interativa pelo cérebro e conhecer os caminhos da DA nele.

A Cidade Universitária está localizada na Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, Bairro Granja dos Cavaleiros.