Macaé estreia com derrota diante do America-RJ

0
1169

Placar na estreia da Seletiva do Campeonato Carioca terminou em 3 a 1 para o Mecão. Alvianil Praiano busca os três primeiros pontos em casa, diante do Nova Iguaçu, no próximo domingo

A vitória pode não ter vindo, mas o Macaé Esporte deu uma amostra que não pretende facilitar a vida dos adversários na Seletiva do Campeonato Carioca – Série A. Neste domingo (22), a equipe foi derrotada pelo America-RJ por 3 a 1, fora de casa, no jogo de estreia da fase preliminar.

Os donos da casa abriram o placar no final do primeiro tempo, aos 34 minutos, com Bruno Veiga.

Na volta do intervalo, o Mecão ampliou com Daniel duas vezes, aos 19 e 28 minutos.
O Macaé reagiu aos ataques e conseguiu diminuir a diferença aos 36 minutos com Matheus Babi.

Depois do jogo, o lateral-direito Luiz Eduardo avaliou o resultado da equipe e ressaltou que agora é consertar os erros para buscar os três primeiros pontos no próximo domingo (29), diante do Nova Iguaçu, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão.

“Infelizmente não soubemos aproveitar as nossas oportunidades e fomos gravemente castigados, mas não tem nada perdido. Agora é levantar a cabeça, fazer o nosso dever de casa e continuar na competição. Temos que sair com os três pontos em casa”, disse.
Já para o meia Maranhão a ansiedade na estreia acabou prejudicando a concentração dentro de campo.

“Tivemos mais chances do que eles, mas logo no início do segundo tempo tivemos desatenção e levamos o gol. Depois disso acabamos desarmados, o que não pode acontecer porque treinamos bastante para isso”, analisa ele enfatizando que os três pontos fora traria uma situação mais confortável para o time.

“Isso complica a nossa situação, mas estamos ainda no começo do campeonato. Foi o primeiro jogo. Agora temos essa semana para trabalhar muito e melhorar. No meu ver, fizemos um bom jogo, mas precisamos ter tranquilidade. O Nova Iguaçu é um grande adversário. Nenhum jogo na Seletiva é fácil, mas a nossa equipe está preparada e em busca da vitória em casa”, completou.

O atacante Zambi acredita que alguns imprevistos fora de campo acabaram prejudicando o time na primeira partida.

“Infelizmente não conseguimos converter. Todos sabem da situação que viemos, estávamos um pouco desacreditados. Apesar disso, mostramos que o nosso elenco é pesado, apesar das adversidades. Temos que tirar o ponto positivo disso tudo. Quem achou que o Macaé seria um time que só estaria ali para participar está vendo que nós estamos na briga para lutar pela classificação. Vamos trabalhar para pegar o Nova Iguaçu e garantir os três pontos. A gente veio motivado. Futebol é dentro de campo”, destacou.

Lembrando que na última semana foi anunciado que o Moacyrzão, que apresentava pendências, foi liberado e está pronto para receber os jogos do Leão nas partidas em casa.