Julinho do Aeroporto esclarece notificação da Polícia Federal

0
1313
Vereador Julinho do Aeroporto afirmou que responderá notificação da Polícia Federal

Vereador afirmou que apuração está relacionada a sua fala em plenário na Câmara Municipal

Durante o discurso do grande expediente da sessão ordinária desta terça (4), o vereador Julinho do Aeroporto (MDB) esclareceu informações sobre a ação da Polícia Federal realizada em seu gabinete, no Palácio do Legislativo, na última quarta-feira (29).

Segundo o parlamentar, quatros agentes da Polícia Federal entregaram uma notificação, para que ele compareça a Delegacia de Macaé nos próximos dias, com objetivo de prestar esclarecimentos sobre um discurso feito por ele em plenário. “A PF esteve no meu gabinete. E aí começam os comentários maldosos sobre escuta telefônica. Quatro agentes da Polícia Federal no meu gabinete para entregar notificação, para eu me apresentar, para prestar esclarecimentos sobre uma fala minha, de uma servidora que está no meu gabinete, aposentada por invalidez”, disse.

Ao negar que o caso está relacionado à sua campanha como candidato a deputado estadual, Julinho afirmou ter sido vítima de ataques covardes ao seu novo projeto político, que está mantido, mesmo sem o apoio do governo que representa na Casa.

“Isso não muda nada. Uma fala aqui no plenário. Isso é uma covardia! É porque estamos crescendo! Será que ninguém pode fazer nada pelo bem da cidade? Se não bastasse a Câmara, que mais parece um comitê eleitoral, o governo não tem me ajudado, mesmo após ter sido líder por quatro anos, e sou agora de novo. Se eu fizer 2.904 votos, já me sinto vencedor. Eu nunca farei nada que envergonhe o meu filho. Deixa eu trabalhar, deixa eu caminhar. Eu tenho ética”, bradou em plenário.