Indicadores monitoram políticas públicas oferecidas à população

0
424
A capacitação foi ministrada pelo secretário adjunto de Ensino Superior, Márcio Magini

Técnicos de diversas secretarias recebem capacitação na Cidade Universitária

Mais uma etapa do Planejamento Estratégico de Macaé 2018-2021 foi realizada na última sexta-feira (26). Técnicos de diversas secretarias participaram de capacitação, na Cidade Universitária, sobre indicadores do governo. O objetivo é institucionalizar, por meio de aperfeiçoamentos normativos, disponibilização de sistema de apoio e documentos, as atividades de monitoramento e avaliação das políticas públicas do município. A iniciativa é uma parceria das Secretaria de Administração e Adjuntas de Planejamento, Patrimônio e Ensino Superior.

A capacitação, ministrada pelo secretário adjunto de Ensino Superior, Márcio Magini, tem a proposta de proporcionar avanço e melhorias no desempenho dos trabalhos que começaram há dois anos. “Os indicadores de cada área já foram estabelecidos, porém, agora é uma etapa de melhoria das especificidades na visão de cada técnico. Eles devem transmitir clareza da ação e, com isso, resultados de políticas públicas”, afirmou Magini.

Os indicadores alimentam a ferramenta online que amplia a transparência e aproximação da população à ações do poder público, o Sistema de Informação Municipal (Sim). Disponível no portal da prefeitura, permite ao cidadão o acompanhamento e monitoramento de indicadores, metas e séries históricas das secretarias.

De acordo com a secretaria adjunta de Patrimônio, Gisele Muniz, os indicadores, produzidos por cada secretaria, traduzem as políticas públicas. “É mais uma etapa de amadurecimento da gestão pública. Com os indicadores percebemos onde podemos melhorar dentro de um trabalho contínuo, baseado por ferramenta”, frisou a secretária.

O projeto é avaliado cotidianamente, por meio de reuniões de aproximação com técnicos das pastas. As avaliações das performances contribuem no diagnóstico e orientação para planos, programa e ações municipais, além de fornecer subsídios para o governo na elaboração das peças orçamentárias.