Hotel de Deus passa a abrigar moradores em situação de rua

196

A chegada da frente fria motivou a iniciativa tomada pelo poder público

Com a prometida queda de temperatura na Região Sudeste, não sendo diferente em Macaé, que nos últimos dias vem enfrentando frio e chuva, o prefeito de Macaé, Dr. Aluízio, informou no último sábado (22) por meio de sua conta no Twitter, que o Hotel de Deus passa a ser abrigo aos moradores em situação de rua durante este período.

“Além do COVID-19, a preocupação é com o frio, a chuva e com os moradores de rua. A partir de hoje e, enquanto perdurar o frio, o Hotel de Deus será abrigo pros que precisarem. A demanda é espontânea. Receberemos aquele que quiser vir. Além do abrigo serão recebidos pela equipe da saúde”, disse o Chefe do Executivo.

Desde o início da pandemia o prefeito adotou uma série de medidas a fim de resguardar a população macaense contra a disseminação do vírus e, durante inúmeras coletivas de imprensa realizadas por videoconferências, Dr. Aluízio salientou a atenção redobrada e os cuidados necessários que a sociedade civil deveria ter com a chegada do inverno, já que é o momento mais propício para infecções respiratórias devido às baixas temperaturas.

 

Vale dizer que o Hotel de Deus, que fica às margens da Linha Azul, na Virgem Santa, próximo ao Senai de Macaé, foi inaugurado em dezembro sob a proposta de atender idosos moradores do município e que estão às margens de vulnerabilidade social, com famílias de baixa renda. No espaço, são oferecidas inúmeras atividades ao público-alvo.

Frente ao cenário pandêmico, o prefeito ampliou os serviços do hotel, atendendo também os pacientes por coronavírus que não possuem condições de se isolarem dentro de suas residências, se mantendo em confinamento no espaço, enquanto perdurar o tempo de contaminação.