Feto é encontrado dentro de uma bolsa no armário

0
661
O feto do sexo feminino foi encaminhado para o IML de Macaé. A Polícia Civil de Quissamã investiga o crime

Gestante dá entrada com sintomas de hemorragia, no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus

Uma gestante é suspeita de fazer aborto e esconder o feto do sexo feminino, dentro de uma bolsa que estava guardado dentro de um armário. O crime aconteceu na noite da última quarta-feira (17), por volta das 20h, no município de Quissamã.

Segundo informações da Polícia Militar do 32° Batalhão de Polícia Militar (BPM), a mulher deu entrada no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus, que fica localizado no Centro, com sintomas de hemorragia.

De imediato, a paciente foi atendida pela equipe médica, porém minutos depois a mãe da gestante entrou em contato com a polícia informando que a filha teria dado entrada no hospital.

Uma hora e meia depois, o irmão da paciente teria ligado para a unidade de saúde e informando que havia encontrado no armário uma bolsa com um feto, do sexo feminino. Mais que depressa, o feto foi levado para o hospital, porém já estava sem vida.

A Polícia Militar acionou agentes do Conselho Tutelar do município que foi até a unidade de saúde para investigar o fato juntamente com a suposta mãe, que se encontra internada sob escolta da PM. O caso corre sob sigilo.

O feto foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Macaé, e o órgão aguarda a presença da família para a liberação do corpo para a realização do sepultamento. O caso está sendo investigado pela 130ª DP de Quissamã. Assim que a paciente tiver alta médica será conduzida para depor na delegacia.

Aborto provocado pela gestante ou com seu consentimento está na conduta incriminada no tipo penal do Art. 124, que tem a pena de detenção de um a três anos.