Estado cria sistema de combate à corrupção

0
382
O trabalho está sob a gestão do vice-governador do Rio, Claudio Castro

Vice-governador assume tarefa de controlar unidades descentralizadas da gestão no Rio

No mesmo estilo compliance, implantado por empresas nacionais e internacionais após as investigações da Operação Lava-Jato, o governo do Estado passa a implantar sistema de controle que visa acabar com esquemas de corrupção em unidades descentralizadas da administração direta, baseada no Rio de Janeiro.

O trabalho será conduzido pelo delegado de Polícia Civil, Rafael Menezes, que terá como principal atividade acompanhar os trabalhos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), da Fundação Leão XIII e do Cetran, que cuida do trânsito no Rio.

Cláudio Castro acredita que a iniciativa será fundamental para transformar os órgãos em uma referência na administração pública. “O governador me confiou instituições que nos últimos anos foram dominadas pela corrupção, justamente para cuidar com zelo e garantir o bom funcionamento. Nossa intenção é auxiliar esses órgãos a desenvolver suas atribuições com a máxima eficiência e transparência. Vamos prevenir de forma efetiva desvios de conduta e atos de corrupção”, enfatizou Castro.

A apresentação do projeto foi realizada na manhã da última quarta-feira (23), com a presença dos presidentes dos órgãos, que apoiaram a iniciativa e se colocaram à disposição para fortalecer o trabalho. “Sinto-me muito confortável de participar de um governo que coloca essa fiscalização de compliance em seu edital de prioridades na administração pública. O nosso governador quer construir um novo tempo, e todos nós precisamos fazer parte disso, combatendo a corrupção e primando pelo funcionamento pleno dos serviços”, afirmou o presidente do DER, Uruan Cintra.