Comitiva recorre ao Estado para ampliar serviço de avaliação fiscal

390
Comitiva vai monitorar melhorias nos serviços da inspetoria

Ação de contabilistas foi respaldada pela Firjan e por Comissão da Câmara

A ampliação da equipe de atendimento do serviço de inspetoria da secretaria estadual de Fazenda em Macaé, foi solicitada ao governo do Estado, por uma comitiva composta por representantes da Associação Macaense dos Contabilistas (AMACOM), da Comissão Municipal da Firjan, da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) e do relator da Comissão Permanente de Indústria e Comércio da Câmara, Maxwell Vaz (SD).

No encontro realizado na última quinta-feira (26) no Rio, a Associação solicitou também à Fazenda que seja implantado em Macaé um departamento especializado na tributação do setor de óleo e gás.

A reunião, intermediada pelo deputado estadual Christino Áureo (PP), foi conduzida pelo subsecretário de Receita, Adilson Zegur, que acompanhou as demandas apresentadas pelo presidente da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Cunha, da ACIM, Antônio Severino, do relator da Comissão Permanente de Indústria e Comércio da Câmara, Maxwell Vaz, e do representante da AMACOM, Adail Júnior.

“As demandas são pertinentes para um município que representa a terceira maior arrecadação do Estado e merece contar com um atendimento diferenciado e mais qualificado da secretaria de Fazenda”, disse Maxwell.

Uma das principais demandas dos contabilistas é a necessidade de ampliação do número de fiscais na cidade, além de garantir que o serviço seja executado pela inspetoria da cidade, e não pelo departamento sediado em Cabo Frio.

“Hoje Macaé tem a terceira arrecadação de ICMS do Estado, para se ter uma ideia é quatro vezes maior do que toda região da Baixada litorânea.

Temos um dos maiores números de profissionais da contabilidade do interior do Estado. Por isso precisamos da ampliação desse serviço na cidade”, defendeu Adail.

Em resposta, a secretaria estadual de Fazenda garantiu que vai reavaliar os serviços em Macaé. Já a comitiva se responsabilizou em monitorar essa mudança durante esse mês.
Uma nova reunião foi agendada para o dia 24 de Maio, onde será apresentada uma avaliação dos serviços, a partir do encontro desta semana.