Capoeira se torna patrimônio cultural de Macaé

0
1067
A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, cultura popular e música

Lei de autoria do vereador Marvel busca a promoção da arte marcial na cidade e nas escolas municipais 

Entrou em vigor no dia 20 de julho a Lei Municipal 4.494/2018 de autoria do vereador Marvel Maillet (REDE), que define a Capoeira patrimônio cultural imaterial de Macaé.

Marvel, vereador que defende o esporte como meio de transformação social, inclusão, educação e qualidade de vida ressalta que o objetivo dessa lei é manter a cultura da capoeira viva em Macaé. “A capoeira representa a identidade brasileira e nosso projeto promove a preservação dessa arte marcial misturada com cultura popular e música”, destaca.

A lei incentiva ainda a prática da capoeira dentro das escolas municipais e a torna disciplina obrigatória. “As crianças precisam conhecer a própria cultura. E a capoeira traz também a inclusão social através do esporte, gera o respeito, confiança e aumento da saúde devido a prática esportiva”, diz Marvel.

Marvel, faixa preta no jiu-jitsu, iniciou sua vida no esporte nas rodas de capoeira, frequentou o vôlei nas praias de Macaé e marcou presença nas escolinhas de futebol. “Hoje nossos atletas não são valorizados na nossa cidade. Temos grandes campeões em diversas modalidades esportivas que representam Macaé nas competições, mas infelizmente não possuem a Bolsa Atleta, incentivos financeiros para custear inscrições, transporte, hospedagem, alimentação. Mas, mesmo assim, eles vão atrás de um sonho, por amor e dedicação ao esporte”, comenta o vereador.

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo ou aéreas.