Briga por liderança abala base aliada do governo

0
618
Posto de Julinho do Aeroporto, líder da bancada do governo, é disputado por Cristiano Gelinho e Márcio Barcelos

Cristiano Gelinho e Márcio Barcelos ganham força para ocupar espaço de Julinho do Aeroporto

Os discursos políticos registrados na sessão ordinária de hoje (22) da Câmara Municipal indicam que está em curso uma batalha pela liderança do governo no Legislativo. E essa disputa tem criado atrito dentro da própria base aliada do Executivo. Presenças constantes no momento do grande expediente das sessões ordinárias, Cristiano Gelinho (PTC) e Márcio Barcelos (MDB) ganham, a cada dia, força para assumir posto ocupado atualmente pelo veterano Julinho do Aeroporto (MDB).

Com perfil de enfrentamento, Gelinho discursou ontem em defesa do respeito ao Legislativo, como poder cuja composição é definida pelo povo, independente das posições políticas de cada parlamentar. “Nós vereadores precisamos zelar pelo respeito à Câmara. Se nós, aqui dentro, não conseguimos respeitar a opinião e a posição política de cada um de nós nesta Casa, como conseguiremos isso dos demais poderes? Quem tem a razão de quem está do lado certo? Oposição ou governistas? Apenas o respeito entre nós é a melhor resposta”, disse.

E pela primeira vez desde que assumiu a cadeira do vereador afastado, Neto Macaé (PTC), Gelinho assumiu posição de aliado do Executivo. E justificou a sua decisão. “Eu votei a favor do Bolsa Escola. Eu sou a favor da tarifa zero e da municipalização da água. Tenho me posicionado de forma positiva às propostas do governo. Por isso resolvi assumir essa posição política. E espero que tenha respeito dos demais parlamentares por conta disso”, se posicionou.

Primeiro a discursar na sessão de ontem, Márcio Barcelos analisou os problemas enfrentados pela cidade, durante o último período das chuvas, sob a ótica do Executivo. “É preciso sim, ter respeito à posição de cada um no plenário. Me senti desconfortável com a crítica disparada por um vereador da oposição. Eu defendo o governo do Aluízio e acredito que há uma transformação na cidade”, apontou Márcio.

Julinho afirmou que nenhum parlamentar presente no plenário “é bobo”. “Todos que estão aqui possuem um objetivo. Não dá para ter fala de demagogia. Estou há muito tempo nesta Casa e sei como as coisas funcionam”, disse Julinho.