Polícia Militar garante patrulhamento ostensivo em bairros com frequência de assaltos

Moradores da Rua João Batista da Silva Lessa, no bairro da Glória, relatam delitos à luz do dia e pedem policiamento ostensivo

“Toda semana passamos por uma situação de medo, os assaltos acontecem quase que todos os dias. Somos os nossos próprios seguranças, não há policiamento, precisamos criar mecanismos para que consigamos chegar seguros em nossas casas. Com a proximidade das férias, buscamos também um pouco de sossego, já que não precisamos ficar até mais tarde nas ruas aguardando o transporte público e, assim, não arriscamos a nossa própria vida”, relata uma funcionária de uma escola que fica localizada na Rua João Batista da Silva Lessa.

A insegurança também atinge os pais de alunos que deixam os filhos na escola. Segundo eles, policiamento nunca foi visto no bairro e que o pedido já foi feito, porém nenhuma medida foi tomada pela Polícia Militar e a situação está cada vez mais complicada.

“Na hora da saída dos nossos filhos, é comum os pais de alunos ficarem dentro do carro aguardando o término da aula. Porém, com essa insegurança, somos obrigados a fechar o carro e aguardar os nossos filhos dentro da escola. Foi o jeito que encontramos de não nos expormos aos perigos”, disse uma das mães de um estudante que enviou um e-mail para a equipe de reportagem do jornal O DEBATE.

Ainda de acordo com os pais dos alunos, os criminosos agem de moto à procura de vítimas na localidade, pois os bandidos sabem que a rua é deserta e abriga duas escolas particulares renomadas, e que os alunos poderão ser vítimas de roubos a qualquer momento.

“No último dia 7, três mulheres foram os alvos. Elas estavam no ponto de ônibus quando um homem se aproximou e mandou que elas passassem tudo, armado como sempre. Depois, o homem foi em direção ao seu parceiro que aguardava em uma moto e seguiram livremente, sem nenhum impedimento. Uma das vítimas embarcou no primeiro ônibus que avistou, e as outras duas, ainda muito nervosas, correram e entraram em uma padaria”, relatou uma moradora.

De acordo com o novo comandante do 32º BPM, tenente coronel Rodrigo Ibiapina, a Polícia Militar está realizando uma operação diferenciada nos bairros. De acordo com ele, já existe um policiamento em diferentes locais.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.