ACIM define ações para estimular comércio local

0
508
Instituições assinaram ofício solicitando a realização do II Fórum de Segurança Pública em Macaé, em junho deste ano

Ações visam estimular o setor varejista, através da utilização de estratégias que possam qualificar a gestão de negócios

Na reunião geral de maio, diretores da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) definiram ações que visam estimular o setor varejista da cidade, através da utilização de estratégias que possam qualificar a gestão de negócios e elevar o desempenho nas vendas. No encontro, realizado na noite de quarta-feira (29), o presidente da ACIM, Francisco Navega apresentou a proposta de criação da ferramenta “marketplace”, com objetivo de oferecer aos associados uma ferramenta digital capaz de ampliar o alcance do mercado interno da cidade.

Através do conceito “Shopping Virtual”, essa ferramenta digital cria a oportunidade de divulgação de produtos e serviços específicos oferecidos pelas empresas associadas, cujas ofertas chegam de forma direta ao público alvo de consumo. “Hoje essa é uma estratégia mundial, baseada no e-commerce, que tem ampliado de forma significativa o faturamento das empresas. O nosso objetivo é proporcionar essa ferramenta aos nossos associados, dentro de um sistema em que a ACIM será a certificadora de todo esse processo”, defendeu Navega.

Na reunião, o presidente também apresentou o documento entregue ao Governo do Estado, solicitando a realização do II Fórum de Segurança Pública em Macaé, em junho deste ano. O primeiro encontro, ocorrido em Cabo Frio, abriu agenda de discussões importantes para ampliar a capacidade de ação das Polícias Militar, Civil e Federal, além da Guarda Municipal.

“É inegável que a segurança é um dos grandes desafios do poder público em todas as esferas. E o desempenho desta área afeta diretamente as atividades econômicas da nossa região. Por Macaé ser polo nas operações do setor de óleo e gás, gerando uma parcela significativa do PIB do Estado, reivindicamos essa discussão aqui na nossa cidade, capitaneada pela ACIM”, defendeu o presidente.

O documento foi assinado também pelos presidentes da Comissão Municipal da Firjan, Rede Petro-Bacia de Campos, federação do Convention and Visitors Bureau (CVB), Sociedade de Engenheiros do Petróleo (SPE), Sebrae, Associação Macaense de Contabilistas (AMACON), Associação Brasileira das Empresas de Serviços do Petróleo (Abespetro) e Internacional Association of Drillings Contractors (IADC).