Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Morto a tiros segurança do prefeito de Rio das Ostras

Em 27/02/2008 às 00h59


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

   Foi brutalmente assassinado em Rio das Ostras, com um tiro na cabeça, o policial federal aposentado Paulo Roberto de Vargas, de 61 anos, na madrugada da última sexta-feira (22). O crime ocorreu próximo a casa da vítima, localizada no condomínio Terra do Laripe, em Costazul, área nobre da cidade. Paulo era chefe da segurança pessoal do prefeito Carlos Augusto.
   Segundo a polícia, o tiro teria sido disparado por Célio Augusto Oliveira, de 46 anos. Ele também era policial e trabalhava na equipe de segurança do prefeito, sendo subordinado a Paulo Roberto. Tudo indica que o motivo do crime foi um desentendimento entre os dois seguranças.   
   Vizinhos do segurança que ouviram o disparo, socorreram Paulo Roberto, mas ele chegou morto ao hospital municipal. Célio, que usou uma pistola calibre 45 que pertencia a vítima, teria fugido em um carro oficial da prefeitura de Rio das Ostras, um Corola placa KYV 0359. O veículo foi abandonado em seguida e ele continuou a fuga em um Corsa, não identificado. O fato foi registrado na 128ª DP e o delegado titular Cláudio Emmer abriu inquérito policial para investigar o caso. A polícia também deverá entrar com um pedido de prisão preventiva a Célio Augusto até o fim da semana. 
   Uma das hipóteses para o crime seria a escala de trabalho montada pela vítima, com a qual Célio não concordava. Um outro segurança do prefeito contou que os dois disputavam a chefia da segurança.
   Paulo Roberto foi enterrado na tarde do último sábado, em Niterói. O prefeito Carlos Augusto e a primeira-dama e secretária de Bem Estar Social, Márcia Almeida, compareceram ao velório.

    Compartilhe:


publicidade