Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Ações de prevenção contra a dengue continuam em Macaé

Em 16/02/2009 às 21h56


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Dando continuidade à Campanha de Homeopatia contra a Dengue de 2009, a Coordenação de Saúde Coletiva de Macaé decidiu passar a aplicar o complexo homeopático, desde ontem (16), nos visitantes e acompanhantes de pacientes internados no Hospital Público de Macaé (HPM).
A Coordenação de Saúde Coletiva decidiu limitar a campanha apenas para os visitantes e acompanhantes, e serão ministrados apenas durante o horário de visitas do hospital (14h às 16h), apesar de existir a possibilidade de estendê-la aos pacientes caso for necessário. O medicamento é o mesmo que está disponível no Centro de saúde Dr. Jorge Caldas e demais postos de saúde.
No início de fevereiro, a aplicação do composto homeopático estava sendo direcionada aos funcionários do HPM, como parte integrante de uma campanha de prevenção da doença voltada para os funcionários da instituição. A aplicação do medicamento está sendo feita por estudantes de Técnica de Enfermagem do Centro Educacional Especializado em Saúde (CEES).
A Coordenação alerta que o complexo homeopático não imuniza a pessoa contra a dengue, ou seja, não impede que uma pessoa seja contaminada com a doença. O medicamento apenas abranda os sintomas da doença em uma possível transmissão, minimizando o quadro clínico quando ele aparece.
Por este motivo, os cuidados para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue devem continuar sendo tomados, como evitar focos de água parada, como latas, pneus e garrafas.
O complexo homeopático não possui nenhum tipo de contra-indicação e, por isto, pode ser aplicado em qualquer pessoa, independente de idade. A homeopatia estará disponível no HPM até o final desta semana.

A Campanha de Homeopatia contra a dengue continua nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF) e no Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas.

Agentes percorrem casas do Centro

Além da aplicação das doses do complexo homeopático feitas pela Coordenação de Saúde Coletiva, a secretaria de Saúde do município também dá continuidade aos trabalhos de combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).
Uma equipe de 130 agentes percorrem residências e estabelecimentos comerciais do Centro desde ontem (16) com a intenção de eliminar possíveis focos e criadouros do mosquito. As ações se intensificaram ainda mais neste período devido as fortes chuvas que atingiram a cidade nos últimos dias. A grande quantidade de água tende a aumentar os riscos de focos de proliferação do mosquito.
Os agentes continuarão as visitas às casas do Centro nesta terça-feira (17). Segundo o secretário de Saúde, Eduardo Cardoso, após a implementação de novas medidas no combate ao mosquito da dengue e o trabalho permanente dos agentes do CCZ, o município conseguiu reduzir o número de casos confirmados da doença em 65% em 2008.
Além da distribuição do complexo homeopático, outros serviços foram disponibilizados na tentativa de eliminar as larvas e o mosquito transmissor da doença, como carro UBV (fumacê), máquina profog, equipamentos de aerosystem (pulverização domiciliar) e máquina pulverizadora de bueiros.
Além destes serviços, a Secretaria de Saúde também disponibilizou o Disque Dengue, para receber denúncias de locais que possam ser possíveis focos da doença ou para tirar dívidas da população com relação a prevenção e tratamento da doença. O Disque Dengue funciona pelo telefone (22) 2762-0175.

Foto: HPM no dia 17
Créditos: Wanderley Gil
Legenda: Visitantes e acompanhantes de pacientes do HPM receberão a dose homeopática contra a dengue até o final desta semana
Ações de prevenção contra a
dengue continuam em Macaé
Celine Moraes
Dando continuidade à Campanha de Homeopatia contra a Dengue de 2009, a Coordenação de Saúde Coletiva de Macaé decidiu passar a aplicar o complexo homeopático, desde ontem (16), nos visitantes e acompanhantes de pacientes internados no Hospital Público de Macaé (HPM).
A Coordenação de Saúde Coletiva decidiu limitar a campanha apenas para os visitantes e acompanhantes, e serão ministrados apenas durante o horário de visitas do hospital (14h às 16h), apesar de existir a possibilidade de estendê-la aos pacientes caso for necessário. O medicamento é o mesmo que está disponível no Centro de saúde Dr. Jorge Caldas e demais postos de saúde.
No início de fevereiro, a aplicação do composto homeopático estava sendo direcionada aos funcionários do HPM, como parte integrante de uma campanha de prevenção da doença voltada para os funcionários da instituição. A aplicação do medicamento está sendo feita por estudantes de Técnica de Enfermagem do Centro Educacional Especializado em Saúde (CEES).
A Coordenação alerta que o complexo homeopático não imuniza a pessoa contra a dengue, ou seja, não impede que uma pessoa seja contaminada com a doença. O medicamento apenas abranda os sintomas da doença em uma possível transmissão, minimizando o quadro clínico quando ele aparece.
Por este motivo, os cuidados para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue devem continuar sendo tomados, como evitar focos de água parada, como latas, pneus e garrafas.
O complexo homeopático não possui nenhum tipo de contra-indicação e, por isto, pode ser aplicado em qualquer pessoa, independente de idade. A homeopatia estará disponível no HPM até o final desta semana.

A Campanha de Homeopatia contra a dengue continua nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF) e no Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas.

Agentes percorrem casas do Centro

Além da aplicação das doses do complexo homeopático feitas pela Coordenação de Saúde Coletiva, a secretaria de Saúde do município também dá continuidade aos trabalhos de combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).
Uma equipe de 130 agentes percorrem residências e estabelecimentos comerciais do Centro desde ontem (16) com a intenção de eliminar possíveis focos e criadouros do mosquito. As ações se intensificaram ainda mais neste período devido as fortes chuvas que atingiram a cidade nos últimos dias. A grande quantidade de água tende a aumentar os riscos de focos de proliferação do mosquito.
Os agentes continuarão as visitas às casas do Centro nesta terça-feira (17). Segundo o secretário de Saúde, Eduardo Cardoso, após a implementação de novas medidas no combate ao mosquito da dengue e o trabalho permanente dos agentes do CCZ, o município conseguiu reduzir o número de casos confirmados da doença em 65% em 2008.
Além da distribuição do complexo homeopático, outros serviços foram disponibilizados na tentativa de eliminar as larvas e o mosquito transmissor da doença, como carro UBV (fumacê), máquina profog, equipamentos de aerosystem (pulverização domiciliar) e máquina pulverizadora de bueiros.
Além destes serviços, a Secretaria de Saúde também disponibilizou o Disque Dengue, para receber denúncias de locais que possam ser possíveis focos da doença ou para tirar dívidas da população com relação a prevenção e tratamento da doença. O Disque Dengue funciona pelo telefone (22) 2762-0175.



Autor: Celine Moraes


    Compartilhe:


publicidade