Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Mil faces do talento de Mariana Müller

A jornalista e professora Mariana Müller Samor se firma no cenário macaense como contadora de histórias, conquistando os corações das crianças

Em 24/04/2018 às 15h58


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A jornalista e professora Mariana Müller Samor se firma no cenário macaense como contadora de histórias, conquistando os A jornalista e professora Mariana Müller Samor se firma no cenário macaense como contadora de histórias, conquistando os
Com seus múltiplos talentos desenvolvidos em diversas artes, ela ganha destaque na cidade e o público infantil. Trata-se da jornalista e professora Mariana Müller Samor, que se firma no cenário macaense como contadora de histórias, conquistando os corações das crianças.

A artista montou um mundo de magia e encantamento, através do seu projeto ‘O Mundo da Mari de Faz de Conta’, que salta das páginas dos livros infantis personagens como sapo falante, princesa destemida, borboletas sonhadoras e muitos outros, despertando o imaginário das crianças na sua roda de leitura musical.

O projeto é uma proposta encantadora de narração de histórias infantis apresentada pela jornalista, que explora o ludismo das historinhas, usa e abusa das cores do figurino, dos fantoches e dos sons de instrumentos musicais para estimular a interação com o público infantil e explorar, com muita irreverência, temas do cotidiano das crianças, sempre de forma divertida e muito didática.

Roda de Leitura Musical

Semanalmente, Mariana roda a cidade espalhando suas fantasias infantis. Neste domingo (22), ela irá comandar a alegria da criançada, fazendo uma contação de historinha pra lá de especial no espaço Clubinho da Leiturinha, no Shopping Plaza Macaé, com entrada Franca. No repertório, histórias sobre o respeito às diferenças e inclusão social. Entre elas, as publicações 'Romeu e Julieta', da Ruth Rocha, e 'O menino que era amigo do vento', de Pâmela Azevedo, também direcionadas às crianças autistas.

‘O Mundo da Mari de Faz de Conta’

Inspirada pelo estilo direto dos livros infantis de Clarice Lispector, de quem é fã, Mariana Müller propõe, despretensiosamente, estimular a criança a pensar desde as pequenas coisas do dia-a-dia até os grandes mistérios da vida. No repertório, histórias de Contos de Fada reinventada e personagens de Ruth Rocha, Stela Barbiere, Chico Buarque e alguns contos inéditos de sua autoria. A roda de leitura musical (que traz sempre um músico convidado) aborda temas como respeito às diferenças, sustentabilidade e meditação. 

Mariana faz questão de ressaltar que o marido Rodrigo da Costa também a ajudou a pensar, minuciosamente, nos detalhes do projeto que hoje se tornou 'O Mundo da Mari de Faz de Conta’.

O despertar para fantasia

O jeito especial de narrar histórias nasceu com a menina Mariana. Desde a infância ela juntava os coleguinhas, primos e a irmã para contar fábulas que brotavam. Isso a acompanhou por toda a sua vida. Mas quando engravidou de sua filha, Mariana pediu demissão do jornal O Globo, onde trabalhava há três anos, cobrindo a violência do Rio de Janeiro, para viver intensamente essa experiência, decidindo abrir mão da rotina corrida da redação de jornal. 

Foi aí que Mari decidiu dar um novo rumo à carreira, lembrando da literatura infantil. Ela já havia escrito um livro infantil, mas não tinha grana para ilustrar e publicar. Então, se beneficiou das histórias de outra forma: contando para os coleguinhas da filha, nas pracinhas que passou a frequentar após o nascimento da Antonia. Assim, após se aperfeiçoar fazendo cursos e oficinas sobre o assunto, a contadora de histórias ganhou mundo.

Das praças passou a atuar em livrarias, a exemplo da Livraria Sabor Literário, no Rio, a convite do gerente, sempre acompanhada da irmã Ana Julia na voz e violão. A partir daí foi sucesso atrás do outro, culminando com o projeto Primavera dos Livros no Museu da República, evento literário de destaque, como convidada especial da Editora Revan.

Trajetória de sucesso

Ainda como jornalista no O Globo, realizou uma matéria sobre a história de Clarice Lispector no Leme, e conheceu a biógrafa Teresa Monteiro, que realizava uma passeio chamado Rio de Clarice e a convidou para contar histórias da literatura infantil da Clarice. A partir daí, não parou mais de fazer contação de histórias em eventos como ‘O Dia da Europa no Rio’, que ela participa este ano pela segunda vez.

Participou tambpem de um musical chamado Primavera das Mulheres, com direção de Laura Castro, também contando a sua versão da história da Ruth Rocha, Romeu e Julieta.

Mariana Müller

Mariana Müller Samôr começou a escrever poesia aos 15 anos. Hoje, aos 35, também escreve prosa e conta histórias para crianças. Formada em Comunicação Social, passou pelas redações de alguns dos principais jornais cariocas, como O Globo, Extra e O Dia. É fundadora do grupo 'Mães da Pracinha do Brasil' - que reúne mais de 800 mães participantes.

Com mais de 500 apresentações no Rio de Janeiro, Macaé, Santa Maria Madalena, Conceição de Macabu e outras cidades do interior do estado do Rio, o projeto de contação de histórias 'O Mundo da Mari de Faz de Conta' conta com mais de três mil seguidores nas redes sociais. E já teve publicação em jornais como O Globo, Extra, O Dia, O Debate, site Mamãe Coruja, Papo de Infância, DiverCidade, MacaéKids e outros.

No momento, prepara o lançamento do seu primeiro livro infantil 'Um novo par'. Sua página no Facebook: O Mundo da Mari de Faz de Conta.

Autor: Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: entretenimento


publicidade