Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Macaense conquista título de Vice Campeão Mundial de Muay Thai

O atleta Hildemberg Lima, que é Tetra Campeão Brasileiro, conquistou, na Tailândia, o título de vice-campeão Mundial de Muay Thai 2018

Em 24/04/2018 às 11h15


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Deslanchando carreira internacional, sob calorosos apalusos do público, o jovem atleta Hildemberg Lima, Tetra Campeão Brasileiro, conquistou o título de Vice-Campeão Mundial de Muay Thai. O evento foi realizado pela Federação Mundial de Muaythai (WMF), na capital tailandesa de Bankok.

Com a presença do seu Mestre Davi Andrade, o macaense, da equipe macaense Qualter General Muay Thai, enfrentou fortes adversários em cinco lutas, chegando a final, e perdendo para o libanês, que é o atual bi-campeão mundial na categoria 57kg.
A etapa final do Mundial aconteceu dia 13 de abril, quando o jovem fez sua estreia no Estádio Tailandês de Muaythai, obtendo vitória contra o atleta local, assim dando um passo à frente em sua trajetória esportiva.

Atualmente, o atleta se encontra nas terras asiáticas, realizando treinamentos e lutando profissionalmente. Ele aprende novas técnicas e recebe novidades no seu condicionamento fisico, na campo de treinamento chamado Numponthep.
Hildemberg Lima retorna a Macaé neste final de semana, mas logo seguirá para os Estados Unidos para um período de treinamento e inserção no MMA.

Tetra Campeão Brasileiro

Nascido em Natal (RN), mas morando em Macaé há oito anos, Hildemberg conquistou o título máximo do Muay Thai nos anos de 2013, 2015, 2016, e 1017. O Tetra Campeonato Brasileiro de Muay Thai aconteceu em Pouso Alegre (MG), onde a emoção da vitória tomou conta do jovem atleta e de todos que o acompanharam nesta viagem. Ele, que treina em Macaé na Academia Macaé Gold Team, enfrentou três lutas da categoria Sub-17 até 60 quilos, e lutou na final contra o campeão mineiro, Julio, numa disputa emocionante.

Em 2016, em decorrência de uma letra trocada no seu nome no bilhete do avião, o atleta foi impedido de embarcar para a Tailândia, onde aconteceu o Mundial.

O esporte em suas vida

Pertencendo a uma familia de atletas, Hildemberg conta que o irmão Lindemberg já treinava Muay Tahi com o Mestre Davi e foi participar de um campeonato realizado no Colégio Barroco Lopes, no início dos anos 2010. Lá houve um sorteio de uma bicicleta e ele ganhou. No momento de entregar o prêmio, o Mestre o convidou para treinar. Logo no início, com seis meses de treinos e 11 anos de idade, o menino revelou seu talento e já estreou em um torneio em Nova Friburgo nocauteando o adversário e trazendo medalhas.

"Desde a primeira luta eu vi que ele levava jeito e passei a incentivá-lo a se dedicar cada vez mais ao esporte", disse o Mestre Davi.

Trajetoria de sucesso

O jovem atleta prossegue sua trajetória de sucesso, já que ao retornar da Tailândia, vai embarcar de imediato para os Estados Unidos, onde passará uma temporada, no sentido de se preparar para ser introduzido no MMA. Hildemberg vai para uma academia chamada AKA (American Kickboxing Academy), na cidade de Nova York, ficando por lá sob cuidados do agente Tiago Diogo. "Meu maior desafio no momento é estrear no MMA e abrir um universo novo para a minha vida de atleta", disse.

Agradecimentos

O jovem deixa registrado os seus agradecimentos pelo apoio recebido do Pub Style, Casa Volt, Aero Crossfit, Pizzaria Califórnia do Aeroporto, F2K Agência de Publicidade, Thales Coutinho, Lions Academy, Drª Nívia Caetanos e Farmácia de Manipulação Sthel Pharma.

Autor: Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

Foto: Divulgação


    Compartilhe:

Tags: esporte


publicidade