Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Turismo é apontado como grande gerador de emprego

Macaé Convention & Visitors Bureau trabalha para fomentar o turismo da Serra ao Litoral

Em 01/04/2018 às 11h37


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Guilherme Braga de Abreu, presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau Guilherme Braga de Abreu, presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau
O Ministério do Turismo (Mtur) lançou, na última terça-feira, dia 27, o Plano Nacional do Turismo 2018-2022, e o documento traz como metas a criação de cerca de dois milhões de novos empregos, além do aumento do número de turistas nacionais e internacionais e da ampliação da receita gerada pelo setor.

Segundo o site do Mtur, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, explica que o Plano Nacional do Turismo 2018-2022 foi construído de forma coletiva. "Temos em mãos um instrumento que direciona políticas efetivas, orienta os gestores sobre as prioridades do setor e traz metas factíveis para o Brasil se tornar uma potência mundial no mercado de viagens", falou o ministro.

Para Guilherme Braga de Abreu, presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau, associação empresarial e turística da cidade, esta é uma excelente notícia que vem de encontro com a atual realidade de Macaé. "Estamos trabalhando para fomentar o turismo, tanto na Serra quanto no Litoral. Vamos atuar para que este projeto do Mtur, que é de âmbito nacional, seja um braço para nosso município e região", disse.

Guilherme ainda explica que o documento serve de base para nortear quais diretrizes tomar. "Macaé tem potencial turístico, que ficaram um pouco de lado no momento áureo do petróleo, mas há um pouco mais de um ano, já vem sendo retomada a atividade turística na cidade. Com esse planejamento do Mtur e o governo municipal trabalhando em conjunto, podemos movimentar a economia através do turismo".

De acordo com o site, a PNT 2018-2022 traz um panorama do mercado de turismo hoje no Brasil e no mundo, identifica os gargalos e elenca as iniciativas e estratégias prioritárias. Como novidade, o PNT 2018-2022 aborda temas como o incentivo a soluções de segurança pública que envolvam o setor turístico e integrem os planejamentos estaduais e municipais, como uma das estratégias fundamentais para a qualidade da experiência no país; a instituição de uma rede nacional de observatórios de turismo; o fortalecimento do trabalho compartilhado em redes de conhecimento; o estímulo ao desenvolvimento de destinos turísticos inteligentes, com foco na inovação e tecnologias interativas e criativas; e a elaboração de um Plano Integrado de posicionamento da imagem do Brasil.

Autor: O DEBATE

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade