Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Esgoto jorra em rua do Visconde e cratera prejudica motoristas

Problema que, segundo moradores, já dura cerca de dois anos, é registrado na Rua dos Vereadores

Em 08/03/2018 às 16h17


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

De acordo com os moradores, o vazamento de esgoto no local vem ocorrendo desde 2016 De acordo com os moradores, o vazamento de esgoto no local vem ocorrendo desde 2016
Mais uma semana e junto dela os tradicionais problemas enfrentados por quem reside na terrinha do petróleo. Se há algum tempo Macaé era conhecida como a Princesinha do Atlântico e posteriormente como a Capital Nacional do Petróleo, hoje a população a considera como a cidade do esgoto e da falta água. Com isso, diariamente o Jornal O Debate recebe diversas reclamações relacionadas à falta de infraestrutura no município. 

Problemas que muitas vezes são vividos tanto por quem reside na área nobre, quanto por quem reside em comunidades e bairros mais distantes. Desde a última semana, moradores do bairro Visconde de Araújo vêm relatando os problemas enfrentados por quem reside na Rua dos Vereadores e também por quem apenas passa pelo local. 

"Aqui no Visconde de Araújo há um vazamento de esgoto a céu aberto e uma cratera provocada pela chuva e tráfego de caminhões e ônibus. O problema pode ser verificado na Rua dos Vereadores Municipais altura do número 104, próximo ao Supermercado Novo Visconde. Trabalho em casa e estou com vergonha de receber meus alunos", disse uma moradora que prefere não se identificar. 

Ela ressalta ainda que o problema é recorrente. "A prefeitura vem, resolve e o problema volta com as chuvas e os ônibus e caminhões ajudam a aumentar o problema. Além disso, apesar dessa ser uma rua movimentada onde passam ônibus e caminhões de carga, ela ainda não é asfaltada. Todas as outras ruas do entorno já foram asfaltadas menos a dos Vereadores", acrescentou a moradora ressaltando que na última semana um carro caiu na cratera aberta. 

O vazamento de esgoto no local, ainda segundo os relatos, vem ocorrendo desde 2016. " A gente liga para o Barracão, eles vêm, limpam o esgoto, mas não consertam a manilha quebrada. Dizem que isso não é com eles mas com a secretaria de Obras e nesse jogo de empurra ninguém faz nada", desabafou. 

Vale lembrar que a Lei Complementar do município nº 076/2006, diz que o "saneamento básico é o conjunto de serviços que compreende o abastecimento de água potável, o esgoto sanitário, a limpeza urbana, o manejo de resíduos sólidos e a drenagem das águas pluviais, de infraestruturas e instalações operacionais que visam melhorar a vida da comunidade". 

A legislação informa ainda que, para reduzir a poluição nos corpos hídricos pela eliminação dos lançamentos irregulares, enquanto não houver abastecimento do sistema de esgotamento sanitário, caberá ao poder público disponibilizar veículos tipo limpa-fossa. 

Procurada pela redação do Jornal, a BRK informou que esteve no local e constatou que a rua não possui rede de esgoto e que a rede de drenagem pluvial  está danificada, sendo responsabilidade dos órgãos municipais o reparo. A concessionária informa que direcionou uma equipe para realizar a limpeza do esgoto no local. A rua em questão pertence ao Subsistema Centro e que o programa de execução de investimentos no sistema de esgotamento sanitário na região está sob avaliação da Prefeitura. Ressaltamos que solicitações sobre a presença de esgoto em via pública devem ser direcionadas ao nosso canal de atendimento ao público, através do 0800 771 0001 ou pelo e-mail atendimentomacae@brkambiental.com.br.

Já a Prefeitura disse que havia encaminhado a demanda para a secretaria responsável. E quanto ao buraco na rua, o órgão disse que a Secretaria de Infraestrura informou que já foi ao local e  realizou o serviço necessário. 

Autor: Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

Foto: Sylvio Savino


    Compartilhe:

Tags: cidade


publicidade