Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Moradores denunciam problemas na rede de saneamento

Segundo eles, o esgoto estaria retornando em alguns locais que foram contemplados com as obras

Em 08/03/2018 às 12h16


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Esgoto acumulado na frente das residências estaria gerando muitas reclamações, segundo a Associação de Moradores Esgoto acumulado na frente das residências estaria gerando muitas reclamações, segundo a Associação de Moradores
Apesar de o saneamento básico ser um dos maiores investimentos do governo atual, o problema de esgoto a céu aberto é algo que ocorre em toda a cidade, inclusive nos bairros da área sul que foram contemplados com as obras. É o caso do Novo Cavaleiros.
Sem sucesso nas inúmeras tentativas de resolver a situação, o presidente da Associação de Moradores, Marcos Segadas, procurou o jornal O DEBATE para denunciar a precariedade do local. Segundo o seu relato, toda vez que chove o esgoto acaba retornando para a rua. 

"Após a conclusão das obras a gente continua sofrendo com os vazamentos pelo bairro. Os dejetos acabam dando retorno através das Cls e boca de lobo. O pior é que quando a chuva para, o esgoto fica empoçado na frente das residências e comércios, gerando um mau cheiro horrível. Um verdadeiro convite para doenças. Quais as ações a serem tomadas?", questiona.

O representante do bairro conta que já procurou a BRK Ambiental, empresa responsável pela implantação da rede e coleta do esgoto na cidade, e até mesmo a prefeitura, que deveria fiscalizar, mas sem sucesso em ambas. 

"Não respondem as demandas e nenhuma ação é feita aqui. Vou reiterar as minhas denúncias na empresa e na prefeitura. Já procurei o Legislativo em busca de ajuda. Essa semana protocolei a solicitação. Vamos aguardar algum posicionamento dos parlamentares", diz. "Se o esgoto está retornando não está atendendo o objetivo da obra, que é a despoluição da Lagoa de Imboassica. Nós (moradores) não vamos pagar para ter o esgoto na rua. Se chover, vai entrar essa água suja dentro das nossas casas", finalizou. 

De acordo com a Lei Complementar do município nº 076/2006, o "saneamento básico é o conjunto de serviços que compreende o abastecimento de água potável, o esgoto sanitário, a limpeza urbana, o manejo de resíduos sólidos e a drenagem das águas pluviais, de infraestruturas e instalações operacionais que visam melhorar a vida da comunidade". 
Não bastasse o mau cheiro, a exposição dos dejetos compromete a saúde das pessoas, podendo vir a causar problemas sérios. 

Procurada pela nossa equipe, a  BRK Ambiental, empresa responsável pela coleta e tratamento de esgoto em Macaé, informou que esteve no local e verificou que o vazamento de esgoto é proveniente da rede de drenagem pluvial. Com isso, é possível constatar que os moradores não estão conectados à rede de esgoto. 

Ela ressalta que, atualmente, 76 domicílios do bairro Novo Cavaleiros encontram-se irregulares.  A concessionária destaca que apoia as secretarias municipais na redução dos lançamentos de esgoto doméstico na rede pluvial através da verificação das Caixas de Inspeção do bairro periodicamente, desobstruções nos ralos das redes pluviais através dos caminhões hidrojatos  e o envio das informações das ligações irregulares de esgoto doméstico à rede pluvial ao órgão fiscalizador.

Autor: Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

Foto: Divulgação/ Eu leitor, o repórter


    Compartilhe:

Tags: cidade


publicidade