Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Ação do CCZ visa conter proliferação de roedores

Os trabalhos foram realizados na quinta-feira e sexta-feira em diversos bairros da cidade

Em 19/02/2018 às 11h27


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Além do CCZ, a população também pode contribuir no combate aos roedores e mosquito transmissor da dengue Além do CCZ, a população também pode contribuir no combate aos roedores e mosquito transmissor da dengue
Com a finalidade de conter a proliferação de roedores, e também fazer o controle do mosquito transmissor da dengue, zika e chicungunha, o Aedes aegypti, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria de Saúde, realizou a Semana Epidemiológica. A atividade aconteceu na quinta-feira (15),e sexta (16). A ação de acordo com informações do órgão municipal foi realizada em diversos bairros da cidade. 

Ainda segundo informações, foram realizadas   visitas domiciliares setorizadas, com orientação sobre o controle do Aedes aegypti, além de aplicação de larvicida e reconhecimento geográfico. Entre os bairros atendidos estão Centro e Visconde e Jardim Esperança. 

O órgão municipal informa também que o controle do Culex contou com técnica de conchadas para Levantamento de Índice de Infestação, com aplicação de larvicida via bomba costal. Os serviços serão  realizados nos canais do Capote e Glória e no canal Macaé/Campos. 

Além disso, foi feita a orientação, inspeção, eliminação e aplicação de inseticida de ação residual nos depósitos em pontos estratégicos, por meio de bombas aspersoras. As localidades beneficiadas são: Aroeira, Botafogo, Centro, Cajueiros, Novo Cavaleiros e Virgem Santa.

Ainda de acordo com informações, em diversos bairros, também nesta semana, o CCZ fez atividade de produção e atualização de mapas das localidades, o Reconhecimento Geográfico (RG). A ação consiste em numeração de quarteirões, identificação de ruas e logradouros, além de avaliação do quantitativo dos imóveis do município por tipo. A iniciativa é condição essencial para a programação das operações de campo, de pesquisa de entomologia (ramo da zoologia que estuda os insetos) e tratamento químico.

O CCZ fica na Rua Darcílio Possati, 134 - Visconde de Araújo. Os contatos também devem ser feitos pelo telefone  0800-0226461 (disque dengue) ou pelo  e-mail cczmacae@yahoo.com.br <mailto:cczmacae@yahoo.com.br>.

É importante lembrar que a população também deve fazer sua parte no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chicungunha, o Aedes aegypti, e também evitar a proliferação de roedores. Entre as dicas estão: não deixe água da chuva acumulada sobre a laje; mantenha fechados os depósitos de água como caixas d’água, tonéis e barris; encha de areia até às bordas os pratinhos de vasos de plantas; guarde garrafas viradas de cabeça para baixo; guarde pneus e outros objetos que podem acumular água tampados em locais cobertos; coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira fechada. Não jogue o lixo em terrenos baldios.

Autor: Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: cidade, saúde


publicidade