Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Após reclamações, ônibus voltam a circular na W30

Pedido foi atendido após reunião da Associação de Moradores com a prefeitura

Em 08/02/2018 às 12h46


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Até a manhã de terça-feira, os coletivos estavam fazendo o ponto final na Avenida Quissamã, antiga W1 Até a manhã de terça-feira, os coletivos estavam fazendo o ponto final na Avenida Quissamã, antiga W1
Apesar de ser uma das localidades mais distantes da região Central, o sofrimento de quem vive ou trabalha no Lagomar muitas vezes é relacionado a problemas no serviço de transporte público prestado na cidade. 

Além de atrasos e coletivos lotados, situações que são alvos constantes de reclamações por parte da população, os moradores de áreas mais isoladas do bairro estariam sofrendo desde que os ônibus pararam de atender determinadas áreas. 

É o caso da W30. Segundo o relato de moradores, o serviço nessa parte foi suspenso há alguns dias, sem nenhum tipo de aviso prévio e justificativa. Com isso, as pessoas, entre elas, crianças, idosos e deficientes, estariam tendo que percorrer longa distância a pé, debaixo de forte sol ou chuva, até o ponto final, situado na Avenida Quissamã (antiga W1). 

"O que fizeram foi um desrespeito com as pessoas. É desumano. A gente tem que andar uma distância de quase um quilômetro para pegar o ônibus", relatou uma moradora, que pede sigilo do nome, na semana passada.

Buscando um entendimento com a SIT, empresa que presta o serviço no município, e o poder público, membros da Associação de Moradores se reuniram na manhã da última terça-feira (6), na sede da secretaria de Mobilidade Urbana. 

"Fizemos esse encontro com o secretário para solicitar a volta da circulação dos ônibus na W-30, pois os moradores estavam sendo bastante prejudicados com a medida implantada recentemente pela prefeitura. Eles nos deram o prazo de 14 horas para normalizar e, graças a Deus, no mesmo dia já estava passando por lá novamente", explica André Carvalho, secretário da Associação de Moradores do Lagomar.

Essa semana, passou a valer também as alterações no trânsito do bairro. Com cerca de 40 mil habitantes, a medida, segundo a secretaria de Mobilidade Urbana, tem como objetivo melhorar a fluidez dentro do bairro, dando maior segurança para os condutores, ciclistas e pedestres que circulam pela região.

De acordo com a prefeitura, a partir de agora a Avenida Doutor Sérgio Vieira de Mello, antiga W5, que até então era mão-dupla, passa a contar com o sentido único, sentindo Terminal Lagomar. 

Para orientar, os condutores contam com a sinalização. Ao todo são 223 placas indicando as mudanças no trânsito. 
Paralelo a isso, a via irá receber uma ciclofaixa. Ao todo serão implantadas 2,43 quilômetros, tendo o seu início próximo à rua Parnaíba (antiga W28). Essa será a segunda implantada no bairro. A outra fica nos dois sentidos da Avenida dos Bandeirantes (JFM), principal do bairro. 

Autor: Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: cidade


publicidade