Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Veículos com cinco anos de fabricação ficarão isentos de vistoria do Detran

Medida, que vale a partir de 2018, vai reduzir burocracia e "esquemas" no serviço

Em 04/10/2017 às 15h51


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Com a ampliação do prazo de isenção de vistoria, Detran poderá reduzir burocracia e esquemas Com a ampliação do prazo de isenção de vistoria, Detran poderá reduzir burocracia e esquemas
O Detran aumentou para cinco anos o prazo de isenção de vistoria para os automóveis de passeio zero quilômetro, contados a partir da data da compra. A medida valerá a partir de 2018 e abrangerá veículos novos, particulares, com capacidade para até cinco passageiros, cujos proprietários não precisarão pagar a taxa de licenciamento anual, de R$ 135,32.

A medida, que ganhou repercussão no Estado, ajudará a reduzir a burocracia na realização da vistoria, além de reduzir também os "esquemas" no agendamento para o serviço.

Com a regra atual, motoristas de Macaé enfrentam dificuldades em agendar a vistoria na unidade do Detran da cidade, o que força muita gente a procurar o serviço em outros postos na região.
Além disso, quem não consegue fazer a vistoria dentro do prazo estipulado pelo Detran, está sujeito a ter o carro rebocado em blitzen realizadas pela Polícia Militar.

A dispensa da vistoria, no entanto, não elimina a exigência de emissão anual do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Todos os proprietários devem agendar o serviço por telefone (3460-4040/4041 ou 0800 020 4040) ou pelo site www.detran.rj.gov.br. O CRLV poderá ser obtido sem necessidade de levar o carro ao posto de vistoria. 

A isenção, porém, não atinge veículos que passarem por mudança de domicílio ou residência, transferência de propriedade, alteração de características e mudança de categoria. Nestes casos, é obrigatória a expedição de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) e o pagamento da taxa de vistoria.

A vistoria permanece obrigatória para os veículos que pertencem à frota de uso intensivo, tais como ônibus, micro-ônibus, caminhões, veículos do ciclo diesel e automóveis, caminhonetes, camionetas, motos e utilitários cuja categoria seja de aluguel. No mesmo caso estão ainda os automóveis, caminhonetes, camionetas e utilitários com capacidade superior a cinco passageiros, cuja categoria seja particular.

A concessão da isenção se baseia no entendimento dos técnicos do Detran e do Conselho Estadual do Meio Ambiente de que, devido ao avanço tecnológico, o desgaste dos carros em cinco anos não compromete as condições mínimas de segurança, assim como o nível de emissão de gases.

"Ouvimos os nossos técnicos e as demandas dos donos desses carros. Se há montadoras que oferecem cinco anos de garantia em seus automóveis, não havia razão para o Detran não ampliar a isenção de vistoria para os carros com até cinco anos de uso. Levei a ideia e esse desejo dos usuários ao governador Luiz Fernando Pezão, que nos autorizou prontamente por entender a importância dessa ação na vida dos cidadãos fluminenses", explicou o presidente do Detran, Vinicius Farah. 

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade