Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Rodadas do pré-sal já contam com interesse das "gigantes do petróleo"

Áreas da Bacia de Campos estão no bloco de leilões programados pela Agência Nacional do Petróleo

Em 27/09/2017 às 16h27


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Empresas internacionais irão disputar com a Petrobras as rodadas de partilha do pré-sal Empresas internacionais irão disputar com a Petrobras as rodadas de partilha do pré-sal
A Agência Nacional do Petróleo (ANP) informou ontem (26) que oito empresas "gigantes" do mercado internacional offshore já garantiram participação na 2ª rodada de partilha de áreas de exploração e produção do petróleo, especialmente do pré-sal.
A disputa, que acontecerá em outubro deste ano, oferta áreas da Bacia de Campos relacionadas ao Campo de Tartaruga Verde, localizado na posição sul, a aproximadamente 125 quilômetros da costa de Macaé. Nessa mesma região, a Petrobras anunciou durante a Brasil Offshore deste ano que iniciará a operação de extração dos primeiros barris de óleo antes do final do ano.

A Comissão Especial de Licitação (CEL) da ANP analisou os pedidos de empresas que manifestaram interesse e solicitaram qualificação na rodada do pré-sal. Das aprovadas, 10 são de origem estrangeira e apenas uma, a Petronas, ainda não possui contrato para exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil.

Confira a lista: ExxonMobil Exploração Brasil Ltda. (Estados Unidos), Petrogal Brasil S.A. (Portugal), Petrobras (Brasil), Petronas Carigali SDN BHD (Malásia), Repsol Sinopec Brasil S.A. (Espanha), Shell Brasil Petróleo Ltda.(Reino Unido), Statoil Brasil Óleo e Gás Ltda. (Noruega) e Total E&P do Brasil Ltda.(França).

A ANP informou que todas as empresas habilitadas para a 2ª Rodada também estão habilitadas para a 3ª  rodada de partilha, que inclui a Bacia de Campos e que acontecerá em outubro. Para a 3ª rodada estão habilitadas todas as empresas citadas acima, além da BP Energy do Brasil Ltda. (Reino Unido) e a CNODC Brasil Petróleo e Gás Ltda. (China).

A ANP recebeu 10 manifestações de interesse para a 2ª Rodada do Pré-sal e 15 para a 3ª Rodada, que serão realizadas no dia 27 de outubro, no Rio de Janeiro. Os demais pedidos serão analisados na próxima reunião da CEL, no dia 3 de outubro.
As empresas habilitadas cumpriram todos os requisitos previstos no edital e estão aptas a participar da rodada. A habilitação é obrigatória e individual para cada interessada, mesmo para aquelas que pretendam apresentar oferta mediante consórcio.

Cumpridas as exigências estabelecidas no edital, e tendo a habilitação julgada e aprovada pela Comissão Especial de Licitação, a empresa poderá apresentar ofertas somente para os blocos localizados nos setores para os quais tenha efetuado o pagamento de taxa de participação e aportado garantia de oferta.

Bacia de Campos em oferta na 14ª rodada de licitação

Responsável hoje por 64% da produção do petróleo registrado pela Petrobras, a Bacia de Campos segue como a principal área de operações offshore do país, alcançando em 2016 a produção de 1,5 milhão de barris/dia e 27 milhões de metros cúbicos de gás/dia.

De acordo com a ANP, nesta 14ª rodada que acontece hoje no Rio de Janeiro, serão oferecidos dez blocos marítimos na Bacia de Campos, que possuem potencial para descobertas no pré-sal, embora sejam áreas ofertadas sob regime de concessão e estejam fora do polígono estabelecido na Lei nº 12.351/2010. 

Os bônus de assinatura mínimos dos blocos em oferta na Bacia de Campos localizados no litoral fluminense variam de R$ 5,34 milhões a R$ 25,12 milhões e de R$ 5,3 milhões a R$ 18,3 milhões nos blocos localizados no litoral capixaba.
A Bacia de Campos é a maior produtora de petróleo e segunda de gás natural do país.

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade