Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Aeroporto de Macaé entra em bloco de concessão da União

Base macaense e Aeroporto de Vitóra deverão ser privatizados em 2018

Em 25/08/2017 às 12h26


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Aeroporto de Macaé recebeu investimentos da Infraero na ordem de R$ 50 milhões Aeroporto de Macaé recebeu investimentos da Infraero na ordem de R$ 50 milhões
O Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) decidiu incluir no programa de concessões, de instituições e empresas públicas para gestão da iniciativa privada, o Aeroporto de Macaé.

Depois de semanas de especulações, debates e dúvidas, a base macaense, que há três décadas é operada pela Infraero, foi incluida em um dos quatro blocos de licitação previstos pelo governo para o setor dos transportes.

O Aeroporto de Macaé será concedido à gestão da iniciativa privada junto com o Aeroporto de Vitória, no Espírito Santo. Já o Aeroporto de Garulhos, em São Paulo, entrará em licitação única.

Outro bloco abrange aeroportos do Nordeste (Maceió, Aracaju, João Pessoa, Campina Grande, Juazeiro do Norte e Recife). O quarto bloco será formado por terminais localizados no estado de Mato Grosso (Cuiabá, Sinop, Ala Floresta, Barra do Garça e Rondonópolis). 

A previsão do governo federal é que as concessões sejam oficializadas a partir de 2017, com processos que deverão ser concluídos em 2018.

Autor: Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade