Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Estado quita folha de pagamento com despesa de R$ 1,9 bilhão

Nessa sexta-feira (18), bolsas de estudos serão pagas pela secretaria de Fazenda

Em 18/08/2017 às 12h26


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Assinatura de contrato da licitação da folha de pagamento regularizou salários atrasados de servidores Assinatura de contrato da licitação da folha de pagamento regularizou salários atrasados de servidores
O Governo do Estado quitou nesta semana os vencimentos pendentes de maio, junho e julho para todos os servidores ativos, inativos e pensionistas que ainda não tinham recebido os salários integrais. Os pagamentos começaram a ser realizados na segunda-feira (14).

Também na segunda-feira tiveram início os pagamentos totais de R$ 60 milhões referentes às bolsas da Uerj, Uezo e Uenf, Hupe e Faperj , referentes aos meses de maio, junho e julho. Os depósitos relativos às bolsas prosseguem até sexta-feira (18/08). O total depositado pelo Estado nesta semana, referente aos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas e às bolsas, é de 1,9 bilhão. 

Os depósitos dos salários estavam previstos para a próxima sexta-feira (18/8) e foram antecipados para segunda (14/08) e terça-feira (15/08). De acordo com o contrato assinado, na última sexta-feira (11/8), com o Bradesco, vencedor da licitação da gestão da folha de pagamento do funcionalismo, o banco teria cinco dias úteis para depositar R$ 1,3 bilhão referente à venda e, por solicitação do governo, a data foi antecipada.

O secretário de Estado da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, disse que a regularização do pagamento dos vencimentos dos servidores é crucial para garantir a melhoria na prestação de serviços. 
"Todo o nosso foco de gestão está na regularização do pagamento aos servidores. Sem eles não temos como retomar níveis satisfatórios à população", afirmou Christino Áureo.

O equilíbrio do pagamento dos servidores foi garantido atravé da assinatura do contrato entre o Estado com o banco Bradesco, vencedor da licitação da folha de pagamento. O documento foi assinado na tarde de sexta-feira (11), no Palácio Guanabara, pelo governador Luiz Fernando Pezão e o gerente de negócios da Plataforma Especializada de Poder Público da instituição financeira, Paulo da Cunha Dutra.

A partir desta assinatura, o banco teve até cinco dias úteis para depositar os recursos na conta do Tesouro Estadual. De acordo com o secretário de Estado de Fazenda, Gustavo Barbosa, o crédito da venda da folha, no valor de R$ 1.317.800.000,00, foi direcionado exclusivamente para liquidar os passivos salariais.

Autor: O DEBATE

Foto: Carlos Magno/Secom Estado


    Compartilhe:

Tags: economia


publicidade